Rio, 01 (AE) - Apesar do esquema especial montado para o reveillon, os passageiros do metrô enfrentaram filas na Estação Arcoverde, quando deixavam Copacabana, zona sul. As filas foram causadas pela concentração de passageiros entre 0h30 e 1h30, por causa da chuva. No total, 44.900 pessoas saíram de Copacabana pelo metrô. Segundo o diretor de marketing do Metrô, Luís Mário Miranda, esperava-se que a saída das pessoas fosse mais diluída durante a madrugada.
"O que aconteceu foi o imponderável, pois não estávamos esperando que todos deixassem Copacabana ao mesmo tempo", afirmou. "A espera nas filas, que não durou mais de cinco minutos, deixou as pessoas desconfortáveis porque elas estavam debaixo de chuva." Outro problema foi a ação de cambistas na estação Pavuna, zona norte, apesar de a direção do Metrô ter tomado medidas preventivas, por causa da venda antecipada. Miranda informou que o número de bilhetes vendidos foi limitado a cinco por pessoa. "Isso é inevitável em todos os grandes eventos", disse. Na venda antecipada, 165.500 pessoas compraram o bilhete do metrô.
O metrô não foi o único a ter problemas por causa do excesso de passageiros. As pessoas tiveram de esperar até uma hora no ponto porque os ônibus estavam lotados. O acesso aos táxis trambém não foi fácil - vários carros recusavam-se a levar passageiros que não fossem turistas.