Chuva não dá trégua em São Paulo durante feriado de Proclamação da República


Agência Estado
Agência Estado

O tempo permanece nublado em São Paulo durante o feriado de Proclamação da República, neste 15 de novembro, após as fortes chuvas que atingiram a capital paulista na noite desta quinta-feira, 14.

Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE), nesta manhã, há previsão de chuva leve. A partir do meio da tarde, as áreas de instabilidade se afastam e o tempo volta a ficar firme. Os termômetros não ultrapassam os 23ºC.



No final de semana, o tempo permanece seco, mas com pouca probabilidade de chuva. A temperatura mínima prevista é de 16°C e a máxima deve chegar aos 25°C no período da tarde.

Chuva

Na Grande São Paulo, uma passarela da Marginal do Tietê desabou na noite desta quinta, no sentido da Rodovia Castello Branco, entre a Ponte do Piqueri e umas das alças de acesso à Rodovia Bandeirantes. Três carros foram atingidos e duas pessoas ficaram feridas. Todas as faixas no sentido Castello chegaram a ser interditadas, o que complicou o trânsito na região, já congestionado por causa da saída de veículos na véspera do feriado.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, até às 6h desta sexta-feira, apesar de não haver áreas com enchentes ou alagamentos, foram registradas 69 quedas de árvores e 8 desmoronamentos.

Estradas

No sistema Anchieta-Imigrantes, principal acesso às praias da Baixada Santista e litoral sul, a previsão é de que ao menos 250 mil veículos peguem a estrada no sentido do litoral. Às 7h, a concessionária Ecovias registrava lentidão em direção ao litoral, do km 28 ao km 32 e do km 40 ao km 43, devido ao excesso de veículos.

Quem segue para o litoral norte, enfrentará a chamada Operação Descida na Rodovia dos Tamoios. Segundo a concessionária que administra o trecho, há, na estrada, acúmulo de 84 mm de chuvas nas últimas 72 horas.

O Protocolo de Segurança determina que, ao atingir 100 mm, o trecho seja interditado devido ao risco de queda de barreiras. O tráfego é intenso, mas sem pontos de parada, no sentido litoral e livre no sentido São José dos Campos. A concessionária espera 137 mil veículos descendo a serra, no sentido de Caraguatatuba.


Continue lendo


Últimas notícias