Caseiro mata adolescente suíça em Ilhéus, BA


Salvador, 21 (AE) - A estudante suíça radicada no Brasil Kinita Schodlor, de 16 anos, foi morta a golpes de enxada na cabeça pelo caseiro Nivaldo Aquino dos Santos. O crime foi ontem (20), em Ilhéus, a 500 quilômetros de Salvador. Santos foi preso e confessou o assasinato.
Nivaldo Santos trabalhava na casa dos avós de Kinita, uma mansão no bairro Jardim Atlântico, onde também funcionava o restaurante Sabor Tropical. A princípio ele negou o crime, mas policiais encontraram uma camisa da vítima suja de sangue no quarto do caseiro, nos fundos da mansão.
O caseiro confessou ter matado Kinita por estar apaixonado por ela e não ser correspondido. Ele contou que tentou se aproximar da estudante mas foi rejeitado. Então resolveu matá-la. Santos foi autuado em flagrante por homicídio qualificado.


Continue lendo


Últimas notícias