Carnaval provoca suspensão de padre Depois de cumprir 180 dias de suspensão, o padre baiano Marcus Lázaro recebeu mais uma punição da Congregação dos Freis Capuchinhos da Piedade (centro de Salvador). Conhecido na Bahia por introduzir novos rituais à missa católica – dança e cantos religiosos em ritmo de axé –, o padre-cantor foi proibido de levar o bloco ‘‘Carnaf钒 às ruas da cidade durante a folia de Momo. ‘‘Por orientação dos meus superiores, tive que desistir do projeto.’’ O bloco faria sua estréia neste Carnaval, com previsão de atrair 2.500 fiéis. O lançamento do ‘‘Carnaf钒, há seis meses, foi o estopim para o afastamento do padre de suas funções religiosas.