Cap Gemini e Cisco anunciam joint venture para a Internet8/Mar, 18:13 Por Jason Straziuso Paris, 08 (AE-AP) - O grupo de serviços de computação francês, Cap Gemini SA, e a líder em serviços de Internet dos Estados Unidos, Cisco Systems, informaram na quarta-feira (08) que se comprometeram a criar uma parceria de consultoria em Internet, em uma transação que aumentará a força do grupo francês no competitivo setor de tecnologia da informação. A Cap Gemini receberá participação acionária de 95,1% na joint venture, que oferecerá consultoria, integração de sistemas e serviços de Internet. A Cisco deterá os 4,9% restantes e fará dispêndios em ativos fixos para um total de US$ 835 milhões na Cap Gemini. A medida representa mais um passo da Cap Gemini para participar da corrida do comércio eletrônico global e acontece apenas dois dias depois da sua aquisição, no valor de US$ 11 bilhões, do braço de consultoria da Ernst and Young, uma entre as cinco grandes firmas de contabilidade dos Estados Unidos. "É a primeira vez que a Cap Gemini muda sua atitude em relação aos provedores de tecnologia", disse o presidente da Cap Gemini, Paul Hermelin, em uma entrevista coletiva à imprensa em Paris. "Está claro para nós que, por causa da velocidade requerida pelos mercados, não podemos ficar escolhendo a tecnologia e nos atrasar para as soluções." "O anúncio de hoje indica a tendência na direção de um novo modelo de negócio, no qual as soluções são providas por meio de um ecossistema de parceiros na Internet", disse o vice-presidente executivo da Cisco, Don Listwin. "O modelo do velho mundo, onde as empresas pensavam que podiam fazer tudo, não funciona mais hoje em dia." A Cap Gemini, que opera em 17 países, é uma das maiores empresas de consultoria do mundo. A Cisco é uma das principais empresas de operação na Internet, além de fornecer equipamentos. É a segunda maior empresa do mundo baseada em capitalização de mercado, ficando atrás apenas da Microsoft. A transação poderá impulsionar as ambições na Internet da Cap Gemini, mas também cai como uma luva para enfrentar a crescente presença da Cisco na Europa, onde obtém um quarto de sua receita. A empresa investiu US$ 3,5 bilhões no continente e registrou um crescimento de 50% nos últimos oito trimestres na Europa, disse Bill Nuti, chefe de operações européias da Cisco. "Estamos observando que o mercado aqui na Europa está em transição", disse Nuti. "Prevemos que nos próximos dois ou três anos a Europa será o mercado de Internet com crescimento mais rápido." Nuti disse que a desregulamentação das telecomunicações na Europa e a competição global, que obriga as empresas a mudar suas práticas comerciais, irá promover o crescimento. A Cisco Systems investirá US$ 164 milhões na joint venture, refletindo um desconto de 20% na posição de acionista minoritária da Cisco. A empresa fará, também, dispêndios com ativos fixos no valor de US$ 671 milhões por meio de um aumento de capital de reserva. No fechamento do contrato, a Cisco receberá 2,6 milhões de ações da Cisco.