Assine e navegue sem anúncios [+]

Candidatos enfrentam segundo dia de provas do Enem no domingo

Prova terá 90 questões de múltipla escolha de Matemática e de Ciências da Natureza e suas Tecnologias

Vitor Ogawa - Grupo Folha
Vitor Ogawa - Grupo Folha

Os candidatos fazem neste domingo (28) o segundo dia de provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2021, com os testes de Matemática e de Ciências da Natureza e suas Tecnologias. Serão 90 questões de múltipla escolha. Mesmo com tantos cálculos necessários, o uso de lápis, borracha, calculadora ou régua é proibido. Caso alguém leve algum deles terá o material apreendido. Eles serão guardados em um envelope porta-objetos e só serão devolvidos quando o candidato terminar a prova. O estudante só está autorizado a levar caneta esferográfica preta, de material transparente.


Nilson Douglas Castilho, coordenador do Ensino Médio do Colégio Marista de Londrina, recomenda que os alunos descansem bem antes da prova. “Se continuar na mesma pegada do primeiro dia, será uma prova extensa, com textos longos e que talvez exijam cálculos extensos. É bom que o aluno esteja bem descansado, até mais do que de costume, porque a prova do Enem é, acima de tudo, uma prova de resistência. E quando se fala de cálculo é preciso estar bem descansado para poder desenvolvê-lo. É importante que o aluno tenha em vista que vai precisar estar bem descansado para fazer uma boa interpretação e também tenha resistência para a quantidade de cálculos.”

 

Os gabaritos oficiais serão divulgados para todas as provas apenas na próxima semana, até o dia 1º de dezembro
Os gabaritos oficiais serão divulgados para todas as provas apenas na próxima semana, até o dia 1º de dezembro | Isaac Fontana/FramePhoto/Folhapress
 


Questionado se seria interessante fazer uma revisão nas expressões de português usadas nos enunciados das questões de cálculo, tanto matemático, físico ou químico, para poder entender eventuais questões extensas, Castilho disse que vale a pena o candidato ficar atento. “Isso é válido, até mesmo resolver alguns exercícios que sejam de maior dificuldade por parte do aluno. Mas esse empenho não deve ser algo para que ele tenha que se debruçar por muito tempo, tendo em vista que agora, de última hora, esses estudos podem se tornar mais cansativos do que estratégicos. Mas esse estudo vale a pena. É um caminho a ser seguido”, declarou.


A coordenadora do CEPV/UEL (Curso Especial Pré-Vestibular da UEL), Rita de Cássia Rodrigues Oliveira, afirmou que as ações para o segundo dia de provas são as recomendações básicas. “Todo concurso seletivo exige que os estudantes cheguem antes do horário, com antecedência. É preciso sempre sair de casa com tempo de sobra para não perder a hora, principalmente em um dia com muito movimento como é no Enem, em que o trânsito fica sobrecarregado. É preciso checar sempre os documentos, principalmente o RG ou outro documento com foto para identificação, sempre original.  A versão digital do documento não serve.”, ressaltou.


Ela orientou que as pessoas levem sempre uma caneta reserva e que descansem bem no dia anterior. “Mais especificamente com relação à prova é importante que os candidatos tenham em mente a questão da diferença de peso entre uma questão e outra. Há questões na prova que são um pouco mais fáceis, outras com nível médio e outras com nível de dificuldade um pouco maior. Então ficar preocupado com a quantidade de acerto nem sempre é o que vai determinar o sucesso com relação ao segundo dia de prova.”


Oliveira destacou que a preparação e a tranquilidade nesse segundo momento facilitam que o estudante lembre do  que foi visto durante os anos do ensino médio, do ensino fundamental 2, ou mesmo para quem fez cursinho, como é o caso dos alunos do CEPV. “O estudante deve lembrar do que foi revisado durante as aulas, então manter a calma e a tranquilidade é sempre o melhor caminho. Estudar de última hora para desesperar a mente é algo que não vai resolver a situação. A prova requer um tipo de conhecimento que não é algo que se memoriza do dia para noite. O melhor é descansar e ir para a prova de uma forma mais tranquila, mais serena e menos cansado, porque a prova em si já é extensa. Se o cansaço mental já estiver moderado ou alto a pessoa vai ter dificuldade em resolver a prova.” 


A coordenadora do CEPV/UEL recomendou ainda que os alunos tenham cuidados com a saúde. “É importante lembrar que esses ambientes são sempre frequentados de uma forma um pouco mais intensa do que um evento normal, principalmente nesse período em que estão sendo liberadas as reuniões. É preciso ter em mente que há um cuidado necessário para se preservar a saúde do próprio candidato e também dos familiares”, apontou.


Ela orientou que os candidatos não se esqueçam de levar máscaras, inclusive uma adicional para trocá-la durante o período da prova. “Os candidatos devem evitar ficar em corredores ou em locais onde a aglomeração é maior. Deve lembrar sempre de se hidratar, porque está num período muito quente de calor intenso, então é importante que a pessoa lembre de levar a garrafinha de água para se hidratar durante a prova. Antes, deve evitar comer coisas muito salgadas ou alimentos que deixem a pessoa com com mais sede.”


Sobre a prova em si, Oliveira ressaltou que o candidato que recebe uma prova extensa, muitas vezes não consegue chegar ao final da leitura. “Agora acredito que na segunda etapa talvez seja um pouco mais tranquilo, porque são conteúdos mais específicos. Também é importante que se tenha uma boa leitura, porque o conhecimento não vale somente nessa assimilação de conteúdos teóricos, mas também de habilidades e competências para lidar com esses conteúdos. Então acredito que se a prova for um pouquinho menos extensa, talvez os candidatos consigam resolver essa própria prova com um pouco mais de tranquilidade.” 


Outra informação importante é com relação a pessoas que faltaram o primeiro dia de prova por causa da Covid ou de outras doenças. “Os candidatos infectados que tenham comprovante médico têm a oportunidade de fazer a reaplicação das provas em janeiro, então é preciso fazer essa comunicação com a justificativa correta para que não se perca os direitos adquiridos nos próximos períodos de seleção. Vamos lembrar que as universidades particulares e públicas aproveitam o resultado do Enem para a seleção dos candidatos, então é uma prova extremamente importante.” A solicitação pode ser feita até o dia 3 de dezembro.


Os gabaritos oficiais serão divulgados para todas as provas apenas na próxima semana, até o dia 1º de dezembro. A abertura dos portões será às 12 horas e o fechamento dos portões, às 13 horas. O início das provas será às 13h30 e os candidatos devem permanecer na sala no mínimo até às 15h30. O candidato que quiser sair com o caderno de questões deve permanecer na sala até às 18 horas. A prova termina às 18h30.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo