Brasília, 9 (AE) - O senador Renan Calheiros (PMDB-AL) vai pedir hoje à Comissão de Fiscalização do Senado, a convocação de oito pessoas envolvidas na denuncia de tentativa de suborno a conselheiros do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) que vai decidir sobre o processo de fusão das cervejarias Brahma e Ambev. O senador propõe que sejam convocados o presidente do Cade, Gesner Oliveira, os conselheiros Hebe Romano e João Bosco Leopoldino, três advogados
o delegado da Polícia Federal que está investigando a denúncia, o ministro da Justiça, José Carlos Dias e o secretário-executivo do Ministério, Antonio Anastasia.