Agência Folha
De Brasília
O governo federal autorizou ontem um reajuste de 30% na Gratificação de Estímulo à Docência (GED), bônus salarial que os professores das universidades federais recebem de acordo com seu desempenho. Embora tenha sido publicado no ‘‘Diário Oficial da União de ontem, o aumento da GED será retroativo a janeiro passado.
A GED foi criada em 98, após a greve dos professores das federais. O valor do bônus varia de acordo com o nível de formação do docente e da quantidade de horas que dedica ao ensino.
No ano passado, a GED proporcionou aumentos de até 50% no salário dos
professores. O MEC ainda não calculou qual o impacto que o aumento da GED concedido hoje terá nos salários.
Mas já sabe que terá de gastar R$ 131 milhões a mais no orçamento deste
ano em relação ao de 99 por conta do aumento da bonificação. A criação da GED é apontada como uma das principais responsáveis pelo incremento na
relação professor-aluno nas instituições federais de ensino.