São Paulo, 3 (AE) - Aliviadas pelo aumento de apenas 0 25 ponto percentual dos juros nos EUA, as Bolsas da ásia encerraram os negócios dessa quinta-feira no território positivo
com compras concentradas em ativos das empresas pontocom - ligadas à Internet - e de telecomunicações. Em Hong Kong, o índice Hang Seng somou 178,30 pontos (+1,12%), para terminar em 15.968,12, liderado pela China Telecommunications, a única companhia que opera a rede de telefonia celular na China, que avançou 6,4%.
A Pacific Century Cyberworks, a maior companhia pontocom na ásia, excluindo as companhias do setor no Japão, ganhou 3%. "Os papéis ligados à Internet e telecomunicações são menos sensíveis ao aumento dos juros do que as indústrias tradicionais com exposição global", explicou John Lo, diretor-assistente do BNP Prime Peregrine. Na Coréia do Sul, o índice Kospi adicionou 6,63 pontos (+0,70%), para 950,22 p ontos, com os investidores também apostando nas empresas ligadas à Internet. A Dacom, a maior provedora sul-coreana de acesso à Internet, disparou 14%. Na Bolsa da Indonésia, o índice Jacarta Composto subiu 10,73 pontos (+1,77%), para 614,31 pontos, com a compra de blue chips a preços atrativos dos setores de varejo e telecomunicações. Os traders, no entanto, destacaram que o interesse dos investidores foi contido pela preocupação com os conflitos entre o presidente Abdurrahman Wahid e o ministro de Segurança, general Wiranto. O índice Straits Times, benchmark da Bolsa de Cingapura, terminou com uma perda de 22,07 pontos (-0,97%), em 2.249,33 pontos. Na Malásia, o índice KLSE terminou em 957,66 pontos, somando 14,81 pontos (+1,57%). O Thai Set, da Tailândia, caiu 4,30 (-0,91%), para 466,32 pontos. Nas Filipinas, o PSE Composto registrou um ganho de 22,17 pontos (+1,12%), para terminar em 1.998,13 pontos. A Bolsa de Taiwan ficou fechada.