São Paulo, 4 (AE) - A constatação de que os computadores chegaram sem maiores problemas ao ano 2000 tranquilizou os investidores que voltaram a atuar no mercado de Taiwan, onde a bolsa terminou em alta de 307,71 pontos (+3,64%), em 8.756,55 pontos. O desempenho do pregão taiwanês foi alavancado pela Taiwan Semiconductor Manufacturing Co., que subiu 6,6% após anunciar que comprará 70% das ações que ainda não possui em uma empresa fabricante de chips com o objetivo de ampliar suas vendas.
A inexistência de problemas relacionados ao bug do ano 2000 também foi responsável pelo ganho de 30,97 pontos (+3,01%) da Bolsa sul-coreana, que encerrou em 1.059,04 pontos. Na Tailândia, o Thai Set subiu 14,28 pontos (+2,96%), a 496,20 pontos, devido às expectativas de crescimento econômico para este ano. Em Hong Kong, os temores sobre a elevação dos juros nos EUA pressionaram o mercado, que deu início a u m movimento de realizações. O Hang Seng perdeu 296,81 pontos (-1,70%), para 17.072,82 pontos. Os papéis do setor financeiro foram os mais afetados, com o HSBC derretendo 2,3% e o Bank of East Asia, 3 2%. Na Indonésia, o Jacarta Composto ganhou 23,30 pontos (+3 44%), terminando em 700,21 pontos. Na Bolsa das Filipinas, o índice PSE Composto subiu 11,41 pontos (+0,53%), para fechar em 2.153,18 pontos. O KLSE, da Malásia, perdeu 1,09 ponto (-0,13%), para 832,80 pontos. O Straits Times deslizou 52,79 pontos (-2 04%), para 2.530,15 pontos.