Londres, 07 (AE-DOW JONES) - A Bolsa de Valores de Londres fechou com o índice FT-100 em alta de 57,6 pontos (0,89%), em 6.504,8 pontos. O volume alcançou 1,6 bilhão de ações negociadas. Traders ouvidos pela Dow Jones atribuíram a alta a avanços das ações do setor de energia e à recuperação do setor de tecnologia.
O FT-100 abriu em baixa e chegou a cair 50 pontos logo após a divulgação dos indicadores de desemprego nos EUA em dezembro. Entre os destaques do dia estavam Arm Holdings (+6,1%), Vodafone Airtouch (+5,6%) e Powergen (+6,2%).
As ações dos bancos caíram, menos de uma semana antes de uma reunião do comitê de política monetária do Banco da Inglaterra: Lloyds TSB -3,5%, Barclays -2,2%, Halifax -2,9%.
Na Bolsa de Paris, o índice CAC-40 subiu 89,50 pontos (1,64%) e fechou em 5.539,61 pontos. Traders atribuíram a alta a compras de ações que haviam ficado baratas com as quedas verificadas desde o começo da semana.
As ações da Altadis, do setor de tabaco, subiram 8,4%, depois de analistas preverem que a empresa, formada pela fusão da francesa Seita com a espanhola Tabacalera, crescerá mais de 17% nos próximos três a quatro anos.
As ações da Thomson-CSF subiram 5,7%, em meio a rumores de que a empresa vai fazer uma oferta pela britânica Racal. As da Sanofi-Synthelabo fecharam em alta de 5,3%, em reação à notícia de que a norte-americana Bristol-Myers Squibb vai vender sua unidade de produtos para o cabelo e concentrar-se em medicamentos.
As da Elf-Aquitaine avançaram 5,6%, devido a informes de que a Total-Fina vai fazer uma oferta pelas ações que ainda não controla da empresa.
Na Bolsa de Frankfurt, o índice Xetra-DAX avançou 306,04 pontos (4,73%) e fechou em 6.780,96 pontos. A alta foi liderada pelas ações da SAP, do setor de software, que subiram 18,5%, depois de a empresa divulgar seus resultados no quarto trimestre.
As da Mannesmann avançaram 7,1%, também em reação a seus resultados preliminares.