Jundiaí, SP, 12 (AE) - A concessionária AutoBAn, que administra o sistema Anhanguera-Bandeirantes, conseguiu retirar os vendedores de uvas das rodovias, com a ajuda do Departamento de Estradas de Rodagens (DER) e da Polícia Rodoviária. Esta semana foi iniciada uma série de blitze nos acostamentos. Cerca de 200 vendedores de uvas trabalhavam no local, inclusive com os filhos, correndo risco de atropelamentos.
O engenheiro Fábio Abrita, gerente de Operações e Tráfego da AutoBAn explicou que a ação foi desencadeada por determinação do juiz da Infância e Juventude de Jundiaí, Jefferson Barbin Torelli, que mandou retirar das pistas as crianças entre oito e 13 anos que ficavam o dia todo nas estradas vendendo frutas e também por causa da permanência de ladrões misturados aos vendedores, colocando em risco a vida dos usuários. A fiscalização é feita por técnicos do DER e acompanhada por policiais para evitar qualquer confusão.
Em Jundiaí, as crianças recolhidas na estrada são levadas ao Juizado de Menores e os pais responsabilizados pelo trabalho infantil. Segundo o gerente da AutoBAn, onde há rigor das autoridades os problemas desaparecem. "É assim que funciona na Europa, nos Estados Unidos e no Japão", comentou.