Belinati alerta para aumento de casos ativos de covid em outros municípios


Laís Taine - Grupo Folha
Laís Taine - Grupo Folha

Nesta quinta-feira (19), o Prefeito Marcelo Belinati e o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, participaram de uma transmissão on-line para divulgar dados da Covid-19 na cidade e pedir para que a população mantenha os cuidados. Na ocasião, o prefeito comparou os índices de Londrina com o de com outras cidades paranaenses, que registaram aumento repentino no número de casos ativos. 


.
. | Reprodução/Facebook/Marcelo Belinati
 


Em Londrina são 197 casos ativos, ou seja, pessoas que estão em fase de transmissão da doença. Os dados são baixos em comparação à cidade de Curitiba, que teve 7.714 casos, Maringá, 2.154 e Cascavel, 543, conforme apresentou o secretário de Saúde. 




“Se Londrina está com a situação controlada, algumas cidades do Paraná estão em momento delicado. A gente tem que procurar se proteger para que não aconteça aqui o que está acontecendo nessas cidades”, afirma o prefeito.  


Como exemplo a não ser seguido, Machado mostrou foto de uma festa realizada na cidade no último final de semana, com aproximadamente 400 pessoas aglomeradas em local fechado. 


O secretário aproveitou para comparar outros índices da cidade, como coeficiente por milhão de habitantes, letalidade da doença e taxa de curados. “Além de menores taxas de letalidade, temos a maior taxa de curados, com índice de 96%, um dos maiores entre as cidades do Estado”, afirmou.  


Apesar dos números, o secretário pediu para que a população fique mais alerta, principalmente neste período do ano em que se iniciam as confraternizações. “É preciso conscientização e cuidado. Nós estamos entrando em um período em que começam as festas, temos que tomar cuidado para que não aconteça o que aconteceu em Maringá e Curitiba. Foi de maneira muito rápida, o cenário muda muito rápido”, mencionou. 


“Nós estamos no mesmo Estado, a gente tem que evitar que aconteça o mesmo aqui. As vacinas vão começar a ser concluídas e distribuídas, mas só vamos ter segurança quando começar a vacinar a maioria da população, até lá tem que continuar se cuidando”, acrescentou o prefeito. 


BOLETIM LONDRINA 

Uma pessoa morreu em decorrência do novo coronavírus, segundo o boletim diário divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde. Com o novo registro, o número de mortos desde o início da pandemia sobe para 342. O documento também mostra que 137 pessoas tiveram teste positivo para Covid-19, chegando a 13.796 pessoas na cidade que já passaram pela infecção. 


A vítima é um homem de 89 anos, com registro de comorbidades, que estava internada em hospital público desde o último domingo (15), quando também obteve a confirmação da doença. Três dias depois, o paciente não resistiu e foi a óbito. 


A taxa de ocupação dos leitos na cidade está em 57% na enfermaria, 67% UTI adulta e 56% na UTI pediátrica, considerando SUS e privado. Já nas vagas exclusivas para pacientes com Covid-19, a taxa de ocupação é de 29% na enfermaria, 58% em UTI adulto e não há registro de crianças internadas nas UTIs pediátricas. 


BOLETIM PARANÁ 

No Paraná, os índices estão subindo. Com 2.678 novos casos confirmados e 36 mortes, a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) divulgou o maior número de casos confirmados de Covid-19 em um único dia desde 28 de agosto, quando foram registrados 2.866 novos casos e bateu o recorde de casos diários. Desde o início da pandemia, o Paraná soma 246.329 casos e 5.775 mortes em decorrência da doença. 




Atualmente, existem 726 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados no Paraná. São 635 pacientes em leitos SUS (304 em UTI e 331 em leitos clínicos/enfermaria) e 91 em leitos da rede particular (30 em UTI e 61 em leitos clínicos/enfermaria). Há outros 1.055 pacientes internados, que aguardam resultados de exames.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo