Júlio Ottoboni
Agência Estado
De São José dos Campos
O avião bimotor BIT-BE 55, prefixo PTKMB, chocou-se com o paredão rochoso do Pico dos Três Estados, nas proximidades de Queluz e do município mineiro de Passa Quatro. Morreram os quatro ocupantes do avião – os empresários Paulo Roberto Ragazzo e Leosir Fredo, de Recife (PE), o dono do avião, Ettore José Dela Santa, e o piloto, Paulo César de Sousa Scheida.
O acidente ocorreu no meio da tarde de anteontem, porém os destroços do aparelho foram localizados ontem às 7 horas pelos oficiais da equipe de resgate da Aeronáutica, da base de Guaratinguetá.
O avião, que seguia para Juiz de Fora (MG) decolou na quarta-feira às 10h30 do Campo de Marte, em São Paulo. O último contato foi feito às 13h25 com a torre de controle de tráfego aéreo do Rio de Janeiro. O piloto conhecia a rota e saiu com um plano de vôo por instrumentação do aeroporto Campo de Marte. Entretanto, ao chegar em São José dos Campos, pediu permissão para a torre de controle para passar a operar visualmente.
O tempo se encontrava fechado no Vale do Paraíba, próximo à divisa dos Estados, com a concentração de muitas nuvens baixas que encobriam a maioria dos picos da Serra da Mantiqueira.