Genebra, 08 (AE-AP) - O tráfico de mulheres do Leste Europeu para Kosovo está se transformando num grave problema, afirmou hoje (08) a Organização Internacional para a Migração (IOM, por sua sigla em inglês). Segundo Jean-Philippe Chauzy, porta-voz da organização, "cerca de 30 mulheres entraram em Kosovo, mas o número pode ultrapassar várias centenas". No mais recente incidente envolvendo mulheres utilizadas na prostituição, 12 jovens - uma delas de 16 anos - foram resgatadas de uma discoteca de Slatina, cidade próxima à capital Pristina. Para a IOM, a grande presença militar em Kosovo pode ser a principal causa do crescimento da prostituição na província iugoslava.