|
  • Bitcoin 102.802
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Expo Japão

m de leitura Atualizado em 16/06/2022, 20:09

Atrações tradicionais e contemporâneas inserem londrinenses na cultura japonesa

Após dois anos, público comparece em peso na Expo Japão para participar do tradicional evento

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 16 de junho de 2022

Guilherme Marconi - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: Roberto Custódio
menu flutuante

Após dois anos sem a Expo Japão, o reencontro entre o público e a feira foi repleto de cores, música e muitas iguarias num verdadeiro mergulho na cultura japonesa. A exposição começou na quarta-feira (15) à noite e vai até domingo (19) na sede da Acel (Associação Cultural e Esportiva de Londrina). A expectativa da organização é superar o público recorde de 2019, último ano do evento, quando cerca de 35 mil pessoas passaram pela feira nos cinco dias de evento. 

Instalada em uma área de mais de 5 mil metros quadrados, a Expo Japão tem atrações tradicionais e contemporâneas.  A Cerimônia do Chá, por exemplo, desperta a curiosidade pelo seu ritual e pela oportunidade de reunir convidados e colocar em prática a arte de receber as pessoas. A dona de casa Mirian Baldini estava atenta a cada detalhe do ritual da arte de preparar e servir o chá, mas com todo o contexto da filosofia zen embutida. "Todos os gestos e  movimentos são calmos, traz uma tranquilidade, uma paz e tira você da agitação."  Além da cerimônia, ela foi com toda família ver as apresentações artísticas e almoçar neste feriado. "Está bem movimentada a feira e todo mundo gosta e se alegra a participar das coisas do Japão. Gostamos muito de conviver com a comunidade japonesa de Londrina."

Ao todo, são 30 grupos artísticos se revezando no palco principal com Taikô (os famosos tambores japoneses), Bon-Odori (dança tradicional), Matsuri Dance (dança contemporânea), Ikebana (arranjos florais), Bonsais (árvores em miniatura), desfile de vestimentas japonesas e demonstrações de artes marciais.  Além disso, na parte dos estandes um grupo de idosas faz duas apresentações diárias de Koto, que é instrumento musical de cordas dedilhadas, composto de uma caixa de ressonância com 13 cordas e 1,80 metro de comprimento. 

Apresentação de Koto na Expo Japão Apresentação de Koto na Expo Japão
Apresentação de Koto na Expo Japão |  Foto: Roberto Custódio
 

Entre os jovens, o espaço Nerd faz sucesso com tendências da cultura contemporânea oriental como o K-pop, oficinas de mangás, área para games e presença de cosplayers. Mas quem compareceu com a família toda, encontrou espaços, iguarias e atrações que agradaram todas as idades. 

Imagem ilustrativa da imagem Atrações tradicionais e contemporâneas inserem londrinenses na cultura japonesa Imagem ilustrativa da imagem Atrações tradicionais e contemporâneas inserem londrinenses na cultura japonesa
|  Foto: Roberto Custódio
 

A assistente administrativa Karen Nakayama disse que participar da Expo Japão é tradição na família. Ela foi com a mãe Amélia e com a filha Júlia, de apenas cinco anos, para mostrar as raízes da cultura milenar. "Para ela tudo é uma descoberta porque ela veio em 2019, mas agora depois de dois anos, é praticamente tudo novo para ela na feira." Para a jovem, além da cultura, os valores do povo do Japão também servem de ensinamento. "Eu tento passar para ela  (Júlia) essa questão da disciplina e educação que são valores bem fortes da cultura japonesa." 

karen - julia e dona amelia na expojapao 2022 na acel. foto: robertoo custodio - folha de londrina - 16/06/2022 karen - julia e dona amelia na expojapao 2022 na acel. foto: robertoo custodio - folha de londrina - 16/06/2022
karen - julia e dona amelia na expojapao 2022 na acel. foto: robertoo custodio - folha de londrina - 16/06/2022 |  Foto: Roberto Custódio
 

FEIRA EM NÚMEROS

 Todos os 50 estandes foram comercializados e estavam bem movimentados.  Além disso, na área gastronômica são oito opções de restaurantes  de comidas típicas, além de food trucks e barracas com outras guloseimas. O coordenador da Expo Japão, Luciano Matsumoto, diz que pelos dois primeiros dias já dá para prever um novo recorde de público. Ele conta que mais de 100% dos espaços foram comercializados. "Apareceram mais parceiros para participar do evento esse ano e criamos novos espaços para atendê-los. É um evento para família, que vai além da comunidade nipo-brasileira, todas as demais etnias são ligadas a cultura japonesa e estamos bastante otimistas."

Imagem ilustrativa da imagem Atrações tradicionais e contemporâneas inserem londrinenses na cultura japonesa Imagem ilustrativa da imagem Atrações tradicionais e contemporâneas inserem londrinenses na cultura japonesa
|  Foto: Roberto Custódio
  

Para realizar o evento após hiato de dois anos, os organizadores da Acel contaram com ajuda de 200 voluntários. "Foram seis meses de antecedência de planejamento para a festa com todas essas incertezas após o pico de pandemia em janeiro. A ajuda dos voluntários mostra todo esse sentimento de coletividade que o povo japonês tem de ajudar para que o mesmo objetivo. Nosso objetivo é promover a cultura japonesa, mostrar nossas  raízes, costumes e valores." 

Serviço:

Ingressos: R$10 a inteira e R$ 5 a meia-entrada.

*Crianças de até 4 anos e idosos acima de 65 anos não pagam.

Horário: sexta-feira (17), das 18h às 22h. Sábado e domingo das 10h às 22h.

Local:  Acel, Rua Archiles Pimpão Ferreira, 2300 (Estrada do Limoeiro)

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1