Madri, 28 (AE-AP) - O atacante francês Nicólas Anelka pediu hoje publicamente perdão aos seus companheiros de Real Madrid e à torcida, por ter se negado a treinar contrariado com o treinador Vicente Del Bosque. Em uma entrevista à imprensa no estádio Santiago Bernabeu, o jogador assumiu ter errado no caso. Tanto Anelka quanto seu procurador e irmão Didier teriam em seguida à entrevista uma reunião cos membros da comissão de disciplina interna do Real Madrid, já que o clube multou o jogador em US$ 359 mil, além de tê-lo suspenso por 45 dias das atividades profissionais.