Brasília, 05 (AE) - O presidente do Senado, Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA), afirmou há pouco que vai pagar a remuneração dos parlamentares por seu trabalho durante a convocação extraordinária do Congesso. Apesar das contestações que ainda permanecem ao pagamento, o senador disse que "este assunto está vencido na Justiça, vou cumprir a decisão da Justiça e vou mandar pagar".