Wenceslau Braz, terra de alho nobre


Reportagem local
Reportagem local

25 de setembro de 1989



Este ano foi bom para o alho. O clima ajudou muito e a falta de sementes na época de plantio fez reduzir a área, tornando menor a oferta, o que puxou bem os preços em comparação com safras anteriores. Mas os produtores de Wenceslau Braz, no Norte Pioneiro, que estão praticamente debutando na cultura, têm uma razão maior de sucesso. É que lá começou a ser implantado o alho nobre, que tem dentes grandes e apresenta alto rendimento.


Responsáveis por esses produtos de alta qualidade são as variedades Caçador e Quitéria, introduzidas pela Cooperativa Agrícola de Cotia depois de vários anos de pesquisa. Entretanto, o segredo do sucesso não está apenas nas características destas variedades. Está fundamentalmente no tratamento da semente através do processo de “vernalização”, que consiste em colocar sementes em câmara fria por um período de 40 a 50 dias, em temperatura de 2 a 4 graus positivos.




Isto para que haja produção nas regiões de clima mais quente que as regiões de origem, no caso, Sul de Santa Catarina. Sem este processo, o alho cresce vegetativamente mas não forma o bulbo. É preciso levar o “choque” para formar bons bulbos, embora esta não seja uma exigência. Wenceslau Braz, por exemplo, apresenta microclima propício para o bom desenvolvimento da planta – coisa que em outras regiões provavelmente não tenham na mesma proporção exigida por estas variedades.

.
. | Reprodução
 



Continue lendo


Últimas notícias