TÚNEL DO TEMPO - Leite: futuro promissor


Reportagem local
Reportagem local

.
. | Reprodução
 




18 de novembro de 1989 

 



A bacia leiteira na região de Londrina está em franca expansão, indicando um futuro promissor como grande produtora. Em função do trabalho desenvolvido por produtores cooperativados, que estão se voltando para a criação de raças especificamente destinadas à produção de leite (Holandês, Jersey e Pardo Suíça), a produtividade está aumentando. Há uma participação dos expositores no sentido de organizar exposições, leilões e torneios leiteiros. Eles também estão investindo, inseminando e apostando no aprimoramento da mão de obra. A atividade costuma ser injusta: é muito difícil conseguir resultados satisfatórios. Apesar disso, o rebanho que atinge a principal cooperativa da região, a Cativa, ainda é composto por 80% de gado mestiço. A produção desse gado gira em torno de 1.400 a 1.500 quilos por lactação, quando a produção do gado de raça chega a 5 mil quilos, no caso da Holandesa. Por isso, os criadores de animais mestiços estão adquirindo tourinhos melhoradores para leite, além de participarem intensamente no programa de inseminação artificial com sêmen doado pela Secretaria da Agricultura e Cativa. Segundo Osmar Buzinhani, diretor da Cativa, isso tudo acontece graças a um trabalho de conscientização por parte das cooperativas. 

Tudo sobre:


Continue lendo


Últimas notícias