A Embrapa Gado de Leite realizou na semana passada, em Juiz de Fora (MG), um workshop sobre a produção de leite orgânico no Brasil. Durante o evento o mercado potencial e o fomento de produtos orgânicos foram temas de debates. Técnicos da extensão rural, representantes de instituições financeiras, cooperativas, redes de supermercados e do Ministério da Agricultura, entre outros, discutiram a legislação federal e a certificação. Produtores também trocaram experiências.
No último dia do evento, um grupo de trabalho, reunindo técnicos, pesquisadores e produtores, elaborou uma lista de demanda para pesquisas sobre o assunto. Com o envolvimento da Embrapa espera-se que parte dos problemas sejam solucionados e que o próprio criador não tenha mais que ‘‘testar’’ alternativas e consiga o respaldo científico para resolver suas dificuldades.
Entre as questões de demanda de pesquisa, que são muitas, segundo o técnico da Emater de Brasília (DF), Joe Carlo, destaca: ‘‘Devem ser desenvolvidos trabalhos sobre o manejo sanitário dos animais, com ênfase para controle de endo e ectoparasitas e a mastite. É preciso obter novas informações também na área de alimentação, desenvolvendo estudos para tornar o sistema cada vez mais sustentável.’’(C.B.)