Plantas medicinais
Celidônia
(Chelidonium majus)
Cristina Côrtes
De Londrina
Conhecida como a erva-das-verrugas e erva-dos-calos, a celidônia é uma planta herbácea, de origem européia, de porte ereto, que pode aringir até 50 centímetros de altura. Seu caule é latescente, ou seja, quando cortado libera uma substância cor de ferrugem. Elimina verruga e calos, além de ajudar no tratamento de úlceras e feridas velhas.
CultivoAdapta-se bem em solo fértil e rico em matéria orgânica. Multiplica-se por meio de sementes e pela divisão de suas raízes. Cresce em locais não cultivados ou próximos das habitações. Tem melhor desenvolvimento em locais sombreados. O espaçamento utilizado deve ser de 40 x 80 centímetros. Esta planta produz uma folhagem bonita e pode ser cultivada em qualquer jardim, servindo como planta ornamental.
IndicaçõesPara tratamento de verrugas e calos deve-se preparar um cataplasma, amassando-se as folhas (pode ser uma porção de 10 g) e aplicando sobre as verrugas. Enfaixa-se o local ou se cobre com esparadrapo. Repete-se o tratamento até a remoção do calo ou verruga. Pode-se também optar pela aplicação direta do látex sobre o calo ou verruga. As partes usadas da planta são as folhas, flores e raízes.
Efeitos colateraisDevido a sua toxicidade, seu uso interno é desaconselhado, pois pode provocar gastrite e gastroenterite (inflamações do aparelho digestivo, geralmente com manifestção diarréica). Deve-se evitar ainda o contato da planta com os olhos.
O uso de qualquer planta medicinal deve ser feito com cuidado, para alcançar os resultados esperados. Primeiro deve-se ter certeza do quadro clínico, ou seja, quando for tratar uma diarréia, ou uma dor de estômago, é preciso saber a origem do problema. Depois vem a escolha correta da planta e como prepará-la.
As plantas medicinais devem ser adquiridas em locais ou empresas que possam dar garantia de sua origem e procedência. Não se deve colher plantas perto de estradas, pois podem estar contaminadas com gases que saem dos carros. Deve-se evitar também a colheita perto de lavouras onde se fazem aplicações de agrotóxicos e ainda plantas próximas de cursos d‘água , principalmente dentro de áreas urbanas, porque em geral estão contaminados.
Fontes‘‘Noções sobre o Organismo Humano e Utilização de Plantas Medicinais’’, uma publicação da Universidade Estadual de Maringá.Outras informações e sugestões pelo telefone (operadora) 43-374-2118, com Cristina Côrtes ou pelo fax (operadora) 43-339-1412 ou E-mail : [email protected]