A Cocamar é uma das únicas cooperativas do Paraná que possue um sistema de bioeletricidade, iniciativa que no futuro pode lhe render créditos de carbono. De acordo com Clodimar Viotto, gerente de gestão de qualidade, o projeto de cogeração de energia por meio de resíduos sólidos iniciou em 2009 com o bagaço de cana.
Com um investimento de R$ 35 milhões, a cooperativa tem a capacidade de produção de 13 megawats, potencial suficiente para mover boa parte do parque industrial da cooperativa. Segundo o representante da Cocamar, há a possibilidade de, em um futuro próximo, vender o excedente de energia para a Companhia de Energia Paranaense (Copel). (R.M.)

Imagem ilustrativa da imagem Cooperativas investem em bioenergia