|
  • Bitcoin 103.220
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Folha Rural

m de leitura Atualizado em 18/06/2022, 00:05

Caravana para incrementar produção agrícola passará por Londrina

Técnicos da Embrapa vão para debater temas como uso de fertilizantes; roteiro inclui Guarapuava, Cascavel e Ponta Grossa

PUBLICAÇÃO
sábado, 18 de junho de 2022

Lucas Catanho - Especial para a FOLHA
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Londrina receberá, no dia 23 de junho, a Caravana Embrapa FertBrasil, iniciativa que já passou por Mato Grosso do Sul e São Paulo e irá percorrer 48 regiões agrícolas brasileiras.

O objetivo é debater a crise provocada pela falta de fertilizantes, assim como capacitar os participantes para incrementar as estratégias para racionalização no uso de insumos e estimular a adoção de boas práticas de manejo das culturas. As inscrições gratuitas já estão abertas.

Caravana da Embrapa em Bebedouro (SP); ao todo serão percorridas 48 regiões agrícolas no País Caravana da Embrapa em Bebedouro (SP); ao todo serão percorridas 48 regiões agrícolas no País
Caravana da Embrapa em Bebedouro (SP); ao todo serão percorridas 48 regiões agrícolas no País |  Foto: Juliana Sussai/Divulgação
 

“Os pesquisadores da Embrapa e os nossos parceiros no Paraná estão reunidos em uma força-tarefa para compartilhar as tecnologias e os conhecimentos que podem aumentar a eficiência no uso de fertilizantes, assim como estimular a adoção de práticas sustentáveis para maximizar a produtividade, reduzir custo e aumentar a renda dos produtores”, explica Alexandre Nepomuceno, chefe-geral da Embrapa Soja.

Segundo ele, a expectativa da caravana é auxiliar na superação da crise provocada pela falta e pelo alto custo dos fertilizantes, por meio de capacitação e da troca de conhecimentos, estabelecendo um diálogo entre a pesquisa e o setor produtivo e propondo soluções tecnológicas para atender as necessidades de cada região.

EFICIÊNCIA

Fábio Álvares de Oliveira, pesquisador da Embrapa Soja, explica que as principais práticas para o uso eficiente de fertilizantes passam pelo manejo sustentável do solo para eliminação de fatores limitantes e potencialização da exploração da fertilidade pelas raízes das plantas.

“São práticas conservacionistas, como a correção da acidez e a adoção do sistema plantio direto com diversificação de culturas, o aumento da matéria orgânica do solo e a ciclagem de nutrientes”, lista.

O técnico cita ainda o uso de adubações corretivas para a construção da fertilidade do solo e o manejo 4Cs para aumento da eficiência no fornecimento de nutrientes, com planejamento e uso da fonte certa, na dose certa, no local certo e na época certa.

Sobre as novas tendências do uso de fertilizantes, o pesquisador aponta o desenvolvimento de produtos de eficiência aumentada, com o uso da nanotecnologia para a redução de perdas dos nutrientes por volatilização, fixação ou lixiviação e também para a liberação controlada e ajustada à demanda das culturas.

“Cito ainda os fertilizantes integrados com agentes biológicos, o aproveitamento de resíduos agroindustriais e de outras cadeias para a produção de fertilizantes regionais, os bioinsumos e as soluções digitais para o diagnóstico e apoio à tomada de decisão”, conclui.

CONTEXTO

Durante a caravana, o IDR (Instituto de Desenvolvimento Rural) Paraná irá contextualizar a situação paranaense, detalhando os sistemas de produção regionais e locais e o uso de fertilizantes.

De acordo com Sandro Cesar Albrecht, coordenador do projeto Grãos, do IDR, o Estado se destaca na produção nacional de grãos, sempre com altas produtividades. Ele destaca que a fertilidade do solo e o uso correto de fertilizantes são condições básicas para o sucesso da lavoura.

“A adubação das lavouras representa aproximadamente 40% do custo de produção, mas com tendência de alta devido à crise internacional de fornecimento deste insumo”, pontua Albrecht.

Para ele, a Caravana FertBrasil demonstra mais uma vez que a Embrapa está atenta às demandas dos produtores e ao contexto global da produção de alimentos.

“Em especial no nosso Estado, esta iniciativa complementa ações já consolidadas de parceria da extensão rural com a pesquisa, particularmente no manejo integrado de pragas e doenças. É a oportunidade de pesquisadores, técnicos e produtores estarem juntos debatendo as soluções para os desafios que se apresentam”, conclui. No Paraná, a Caravana Embrapa FertBrasil começa em Guarapuava (21/05) e, em seguida, vai a Cascavel (22/05), Londrina (23/05) e Ponta Grossa (24/05), importantes polos regionais na produção de grãos. No Estado, o evento é realizado pela Embrapa Soja e pela Embrapa Florestas.

A CARAVANA

A Caravana Embrapa FertBrasil, iniciada em maio em Mato Grosso do Sul e São Paulo, está compartilhando informações e conhecimentos com profissionais que atuam na assistência técnica e extensão rural, sindicatos, associações rurais e produtores.

A expectativa é atingir cerca de 10 mil profissionais, tornando-os multiplicadores das técnicas e orientações repassadas pela equipe da Embrapa e de instituições parceiras que integrarão a caravana.

ESTATÍSTICAS

A caravana vem abordando questões práticas e de impacto imediato, que ao serem adotadas poderão, junto com outras iniciativas do Plano Nacional de Fertilizantes, promover uma economia de até 20% no uso de fertilizantes no Brasil já na safra 2022/23, podendo resultar em até 1 bilhão de dólares de economia para o produtor rural brasileiro.

O Brasil consome atualmente cerca de 8,5% dos fertilizantes em nível global, ocupando a quarta posição. China, Índia e Estados Unidos aparecem no topo da lista de consumo. Esses países, ainda, são grandes produtores mundiais de fertilizantes, à exceção do Brasil, que importou em 2021 cerca de 89% das 43 milhões de toneladas consumidas na produção agrícola.

No território brasileiro, as culturas de soja, milho e cana-de-açúcar respondem por mais de 73% do consumo de fertilizantes. A Rússia é responsável por fornecer 25% dos fertilizantes para o Brasil. Junto com a Bielorrússia, chega a fornecer mais de 50% do potássio consumido pelo agricultor brasileiro anualmente.

SERVIÇO

O evento em Londrina será realizado dia 23 de junho, das 8h às 12h30, no Parque Ney Braga. Mais informações: embrapa.br/caravana-embrapa. (Com assessoria da Embrapa)