|
  • Bitcoin 102.453
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Folha Mais

m de leitura Atualizado em 09/10/2021, 10:12

Xuxa e a caravana das drags, apagão das redes sociais e um museu subaquático

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 08 de outubro de 2021

Alice Resende e Ana Julia Gabas *(estagiárias)
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

#Xuxa e Ikaro Kadoshi em Caravana das Drags 

Imagem ilustrativa da imagem Xuxa e a caravana das drags, apagão das redes sociais e um museu subaquático Imagem ilustrativa da imagem Xuxa e a caravana das drags, apagão das redes sociais e um museu subaquático
 

Após os boatos de que Xuxa Meneghel apresentaria a versão brasileira do RuPaul’s Drag Race, a rainha dos baixinhos confirmou, nesta quarta-feira (06) que estará à frente do reality Caravana das Drags, junto com a drag queen Ikaro Kadoshi. O programa será da Prime Vídeo, serviço de streaming da Amazon. No momento Ikaro Kadoshi também apresenta Drag Me As a Queen, no canal E!. Enquanto para Xuxa, este será o primeiro programa desde que saiu da Record, no ano passado. Em seu Instagram Xuxa postou uma transformação em drag queen junto com Ikaro e a legenda era a seguinte: 

“Pra muitos que torceram… Taí, vou me divertir muito. Pra muitos que torceram o nariz… Aviso que vou me divertir muito. Beijos a toda comunidade LGBTQIA+ e pra quem os respeitam. E beijinho beijinho tchau tchau aos preconceituosos" 

#Brasileiros negros mais influentes no mundo 

Diversos brasileiros entraram para a lista global de afrodescendentes mais influentes do mundo divulgada durante a última semana pela ONG MIAPAD (Most Influential People of African Descent – Pessoas Descendentes de Africanos Mais Influentes em tradução livre). O objetivo da MIAPAD, que tem o apoio da ONU (Organização das Nações Unidas), é homenagear pessoas de descendência africana que tenham um desempenho excepcional em diversas áreas, por todo o mundo. O ex-bbb e PhD em economia Gil do Vigor e a atriz Taís Araújo entraram para a lista, acompanhados da ativista dos direitos negros e LGBT, Erika Hilton.

Imagem ilustrativa da imagem Xuxa e a caravana das drags, apagão das redes sociais e um museu subaquático Imagem ilustrativa da imagem Xuxa e a caravana das drags, apagão das redes sociais e um museu subaquático
 

Também foram homenageadas Luciana Barreto, jornalista da CNN, e Claudia Alves, diretora e documentarista. Assim como, a cineasta Viviane Ferreira, o criador da ONG Gerando Falcões Edu Lyra, e a criadora do AfroGooglers, um comitê de igualdade racial do Google Brasil, Christiane Silva Pinto. Por último e não menos importante, a cantora Margareth Menezes, e o apresentador e Head Marketing da Trace Brasil, Ad Junior também foram contemplados. 

#Apagão das redes sociais 

Imagem ilustrativa da imagem Xuxa e a caravana das drags, apagão das redes sociais e um museu subaquático Imagem ilustrativa da imagem Xuxa e a caravana das drags, apagão das redes sociais e um museu subaquático
 

No início da semana, dia 04, o Whatsapp, Instagram e Facebook ficaram fora do ar por cerca de seis horas, por volta das 19h já era possível utilizar o Instagram e Facebook e uma hora mais tarde as mensagens do Whatsapp voltaram a enviar. Diversos outros aplicativos também ficaram instáveis. Ainda não se sabe exatamente a origem do problema, mas sem dúvidas isso afetou a rotina dos usuários das redes sociais e custou muito dinheiro ao dono, Mark Zuckerberg. Uma vez que o problema afetou vários lugares do mundo, as ações na Nasdaq, em Nova York, caíram mais de 5% no dia do ocorrido. 

#HouseOfTheDragon 

Série derivada da Game Of Thrones, ou GoT para os mais chegados, ganhou um teaser trailer nessa semana. “House of The Dragon” vai focar na história da família Targaryen 200 anos antes dos acontecimentos de GoT, que terminou em 2019. A trama também vai ser baseada nos livros de George R. R. Martin, só que dessa vez a adaptação vai ser de "Fogo & sangue". No teaser, é possível ver os personagens de Matt Smith, Emma D'Arcy e Steve Toussaint, além de cenas de confrontos e batalhas. “Os sonhos não nos tornaram reis... os dragões sim”, só por essa última frase já dá para ter uma noção do que vem por aí, e dragões não vão faltar. 

#Museu subaquático 

Barcos naufragados da Primeira Guerra Mundial formaram um museu submerso nas águas da Turquia. O novo Parque Histórico Subaquático de Galípoli foi inaugurado sábado passado (2) e conta com 14 barcos naufragados sob o estreito de Dardanelos. Quem efetuou os primeiros registros da atração foi o fotógrafo turco Savas Karakas, que se emocionou ao lembrar de seu avô, que havia lutado no confronto Galípoli, no noroeste da Turquia, em 1915. O parque abriu 106 anos depois das forças otomanas e alemãs interromperem uma invasão de tropas britânicas, francesas, australianas e neozelandesas na Primeira Guerra.  

Imagem ilustrativa da imagem Xuxa e a caravana das drags, apagão das redes sociais e um museu subaquático Imagem ilustrativa da imagem Xuxa e a caravana das drags, apagão das redes sociais e um museu subaquático
 

#FreeBritney 

Depois de 13 anos sob a tutela do pai, Britney Spears finalmente está livre. A decisão ocorreu na quarta (29), mas a cantora só se posicionou sobre isso nas redes sociais nessa terça (05). Em mensagem para os fãs, Britney agradece por seu apoio e pelo movimento Free Britney: “Eu não tenho palavras... Por causa de vocês e sua constante resiliência em me libertar da minha tutela, minha vida agora está seguindo essa direção! Eu chorei noite passada por duas horas porque meus fãs são os melhores e eu sei disso. Vocês conhecem o meu coração e eu conheço o de vocês, isso eu sei que é verdade”, desabafou.  

#Cheirinho de infância 

O Boticário anunciou nesta quarta (6) que vai lançar uma linha limitada de produtos com cheiro do chiclete Bubbaloo em parceria com a Mondelez Internacional. A linha “Cuide-se Bem Bubbaloo” vai contar com hidratantes, sabonetes, cremes de mãos e até desodorantes inspirados na fragrância clássica da goma de mascar de tutti frutti. A aposta é atrair os consumidores pela nostalgia do chiclete com caldinho lançado nos anos 80 e, também, por ser uma produção de cosméticos veganos, livre de crueldade animal. Pela reação dos internautas, a ideia parece ter dado muito certo. 

*Supervisionado pela editora Patricia Maria Alves