|
  • Bitcoin
  • Dólar
  • Euro
Londrina

Folha Mais 5m de leitura Atualizado em 23/08/2021, 08:42

Trends da semana – A volta do Talibã, ex RBD negacionista e Lula de novo presidente?

PUBLICAÇÃO
sábado, 21 de agosto de 2021

Ana Júlia Gabas e Alice Resende (estagiárias)*
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

#A volta do Talibã 

Imagem ilustrativa da imagem Trends da semana – A volta do Talibã, ex RBD negacionista e Lula de novo presidente?
|  Foto: AFP
 

Na segunda-feira (16) as imagens de uma multidão de pessoas no Afeganistão invadindo a pista de decolagem e se pendurando em aeronaves em movimento chocou o mundo. Com a total retirada das tropas dos Estados Unidos do país – anunciada já no governo Trump e cumprida por Biden – o grupo Talibã voltou ao poder no Afeganistão após 20 anos. No domingo, o grupo extremista cercou Cabul, capital do Afeganistão e assumiu o controle do palácio presidencial. Com isso, a população teme a retirada de direitos conquistados durante esses 20 anos, principalmente se tratando das mulheres. A ativista Malala Yousafzai, defensora do direito à educação para meninas e, também, alvo de um atentado causado pelo Talibã em 2012, se manifestou em suas redes sociais pedindo pelo cessar-fogo no Afeganistão e proteção aos refugiados e civis do país. 

#Afeganistão fora das paraolimpíadas 

Imagem ilustrativa da imagem Trends da semana – A volta do Talibã, ex RBD negacionista e Lula de novo presidente?
|  Foto: Charly Triballeau / AFP
 

Os dois atletas que competiriam nos Jogos Paraolímpicos em Tóquio não conseguiram embarcar. Depois da retomada do comando do Afeganistão pelo Talibã e a grave situação que o país enfrenta, os aeroportos foram fechados. Especialmente depois do caos no aeroporto internacional de Cabul, quando os afegãos tentaram entrar nos aviões estadunidenses para sair de sua nação.  Craig Spence, porta-voz do Comitê Paralímpico Internacional (IPC), declarou sua solidariedade: “Esperamos que a equipe e os oficiais permaneçam seguros e bem durante este período difícil”. Os dois atletas competiriam no taekwondo. Zakia Khudadadi seria a primeira mulher afegã nas Paraolimpíadas e Hossain Rasouli era para ser o segundo atleta do país nos Jogos. 

#Ex RBD negacionista 

Os internautas criticaram essa semana Christopher Von Uckermann, conhecido como o Diego na novela Rebelde México. O cantor tem se destacado negativamente pelos seus comentários sobre a pandemia. O mais recente foi na segunda-feira (16), quando o cantor criticou a campanha de vacinação de Sobral (CE) que divulgou a imunização com uma foto do grupo. Para amenizar a situação, a prefeitura de Sobral colocou uma imagem do Zé Gotinha em cima de onde o ator estava. Esta foi a última polemica de uma série que vem acontecendo desde o início da pandemia de Covid-19. Uma das mais marcantes, especialmente para os fãs brasileiros, foi quando Christopher apoiou às declarações do atual presidente brasileiro Jair Bolsonaro sobre o uso da hidroxicloroquina, mesmo sem a recomendação da OMS (Organização Mundial da Saúde). Os outros integrantes da banda não compartilham do mesmo pensamento, eles fizeram campanha apoiando o uso de máscara e sobre a importância de se vacinar durante a pandemia. 

#Lula de novo presidente? 

Imagem ilustrativa da imagem Trends da semana – A volta do Talibã, ex RBD negacionista e Lula de novo presidente?
|  Foto: Nelson Almeida / AFP
 

“Não tenho direito de me aposentar, nem de ficar quieto, nem de carregar ódio. E o PT tem a obrigação de voltar. Lá na frente definimos candidatura. Eu ainda não sou candidato. Mas estou na fila… Vou confessar que nunca tive tanta vontade de ser presidente igual eu tô com 75 anos.” - Foi a partir deste tuite em suas redes sociais que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva gerou uma grande polarização nas redes sociais. Pessoas contra e a favor da candidatura de Lula em à presidência em 2022 se mobilizaram em suas redes sociais durante esta semana, cada um com sua opinião sobre o político.  

#SOS Haiti 

Imagem ilustrativa da imagem Trends da semana – A volta do Talibã, ex RBD negacionista e Lula de novo presidente?
|  Foto: Reginald Louissaint Jr. / AFP
 

Desde sábado passado (14), a população do Haiti vem sofrendo com os desastres naturais que têm afetado o país. As cidades da região sudoeste tiveram praticamente todas as suas construções destruídas por conta de um terremoto de magnitude 7,2. Não bastasse isso, a busca e o resgate das vítimas foram interrompidos pela tempestade Grace, que atingiu a região de Les Cayes, na costa sul do Haiti, na madrugada de terça-feira (17). Com a população sofrendo por falta de água potável, alimentos e vagas nos hospitais, algumas pessoas se dispuseram a ajudar, como foi o caso da tenista Naomi Osaka, que anunciou que vai doar a premiação que receber no WTA 1000 de Cincinnati ao povo haitiano. 

#São Paulo na normalidade 

Imagem ilustrativa da imagem Trends da semana – A volta do Talibã, ex RBD negacionista e Lula de novo presidente?
|  Foto: Nelson Almeida / AFP
 

João Dória (PSDB) autorizou a retomada do comércio sem restrições nesta terça-feira, dia 17. Após a vacinação com a primeira dose de toda população acima de 18 anos. O governador permitiu a abertura de bares e restaurantes com 100% da capacidade de público e sem limite de horário. Além de, também, liberar shows com plateia sentada e eventos corporativos. Há a recomendação de evitar aglomerações e a obrigatoriedade do uso de máscara. É importante reforçar que a pandemia ainda não acabou e que especialistas se preocupam que o avanço da variante delta no Brasil, ela que fez com que os Estados Unidos voltassem a crescer o número de infectados pela Covid-19. 

#Martinho da Vila no Roda Viva 

Em entrevista no Roda Vida na última segunda (16), Martinho da Vila – sambista e um dos maiores nomes da música popular brasileira – foi questionado pela apresentadora Vera Magalhães sobre o aumento da presença das milícias nas escolas de samba do Rio de Janeiro. O cantor, constrangido, então respondeu: "Não tenho notícia da milícia dirigindo uma escola de samba, miliciano dirigindo escola de samba. Na Vila Isabel, por exemplo, não tem esse problema". Esse episódio gerou um embate sobre os questionamentos feitos a artistas negros em torno de questões sociais e não necessariamente sobre suas obras. Internautas relembraram do episódio semelhante que já havia ocorrido com o cantor Emicida, questionado, também por Magalhães, se o “o Rap não é condescendente com o crime organizado?”. 

*supervisão de Patrícia Maria Alves

***

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.

instagram

ÚLTIMOS POSTS NO INSTAGRAM