O famoso Museu de Cera de Rolândia e vacina para Covid-19 no supermercado


Lara Bridi e Bruno Codogno (estagiários)
Lara Bridi e Bruno Codogno (estagiários)

#O Museu de Cera de Rolândia

A FOLHA esteve presente nos principais tópicos do Brasil na semana: imagens de uma matéria sobre o museu de cera de Rolândia foram usadas como meme. As esculturas de Lady Di e Ayrton Senna, dentre outras 18 representações de celebridades expostas na igreja matriz de Rolândia, foram tema da matéria de 2015 que voltou a ser visitada após o meme. Frames da reportagem circularam pelas redes e as atenções se voltaram para Rolândia. Na matéria, o escultor Arlindo Armacollo explica sobre a complexidade do processo de produção das obras que foram tão compartilhadas nas redes, inclusive a importação dos olhos diretamente da Inglaterra e a estruturação dos membros e peles texturizadas. 

 

O famoso Museu de Cera de Rolândia e vacina para Covid-19 no supermercado
Ricardo Chicarelli
 

Foram essas esculturas que fizeram do museu histórico da igreja um ponto de visitas de jovens e adultos, conforme contou o monsenhor José Ágius para a FOLHA na época. Conforme as publicações de moradores de Rolândia, dá para comemorar: “mãe, estamos nos trending topics!”. 


Confira a matéria:



#Vacina de Presente 

Dois jovens estadunidenses foram surpreendidos com a possibilidade de serem vacinados ainda essa semana, antes do previsto para seu grupo etário. David MacMillan e um amigo foram abordados em uma unidade da rede de supermercados Giant Food, em Washington DC por uma farmacêutica que trabalha lá. Ela explicou que as duas doses da Moderna, a princípio dedicadas a profissionais da saúde, haviam sobrado e seriam descartadas. Para evitar desperdícios, foi permitido que elas fossem oferecidas aos clientes da loja, que as aceitaram com satisfação. O comércio afirmou em um comunicado que "a vacina da Moderna é valiosa e salva vidas, e estamos felizes por não tê-la desperdiçado e ter dado a cada um deles uma dose". 

 

O famoso Museu de Cera de Rolândia e vacina para Covid-19 no supermercado
AFP / Patrick T. FALLON
 


#Silenciada 

Pétala Barreiros, ex-mulher de Marcos Araújo, dono da empresa que agencia Alok e Gusttavo Lima, recebeu uma intimação da justiça que a proíbe de citar o nome do ex-marido. O descumprimento dessa norma acarretará em uma multa de cinco mil reais. "Como não tenho dinheiro, não vou mais falar"- revelou ela. A notícia causou comoção nas redes e a tag #JustiçaPorPétala chegou aos assuntos mais comentados. A intimação vem após denúncias da própria Pétala, que alega que Araújo a havia abusado e agredido desde os 14 anos de idade. Atualmente, a mulher tem uma medida protetiva contra o ex, que não pode se aproximar a menos de 300 metros dela ou comunicar-se de qualquer forma. Em vídeo, Pétala perdiu o perdão de quem a acompanha: "Peço desculpas a vocês e a todas as mulheres que se sentiram representadas por mim. Me desculpem, eu não posso mais falar". 





#Invasão ao Capitólio 

O Capitólio dos Estados Unidos, na capital Washington, foi invadido por apoiadores de Trump na quarta-feira (6). A invasão aconteceu durante a sessão de contagem de votos que oficializaria a vitória do democrata Joe Biden nas eleições de 2020, após discurso de Trump que afirmou não aceitar o resultado da disputa eleitoral. Além de vandalismo e bombas de gás lacrimogêneo, tiros foram disparados dentro do capitólio e uma mulher foi atingida. Os congressistas foram retirados do local pelas forças policiais. Donald Trump e seu filho Donald Trump Jr. se manifestaram nas redes sociais pedindo protestos pacíficos e que as pessoas se retirassem do Capitólio. A prefeita de Washington decretou toque de recolher na cidade após a invasão, que tinha como objetivo interromper a contagem dos votos pelo Colégio Eleitoral. 

 

O famoso Museu de Cera de Rolândia e vacina para Covid-19 no supermercado
Drew Angerer/Getty Images/AFP
 


#Racismo, Beyoncé e TV

O canal aberto RecordTV esteve ligado a uma polêmica envolvendo questões raciais, culturais e a cantora Beyoncé. Durante o programa religioso da Universal do Reino de Deus, exibido na madrugada de quarta-feira (6), uma matéria sobre "magia negra e bruxaria" utilizou a cantora como exemplo de "práticas obscuras". Durante a apresentação do bispo Adilson Silva, foram exibidas imagens do documentário musical "Black is King", estrelado por Beyoncé e que exalta a cultura negra. O bispo, ainda, atribuiu à "magia negra" a prática de crimes e sacrifícios. Internautas acusaram o programa de racismo e intolerância religiosa a cultos de matriz africana e cobraram por medidas legais à emissora. A RecordTV não se pronunciou no dia do ocorrido.


#Brasil quebrado?

O ano nem começou e o presidente Jair Bolsonaro já se envolveu em polêmicas por frases e atitudes. Uma delas se deu pela frase "o Brasil está quebrado, chefe, eu não consigo fazer nada", ao se referir aos planos de mudanças na tabela do Imposto de Renda em resposta a pergunta da imprensa em seu primeiro dia de trabalho no ano. Ainda, a publicação feita pelo presidente a respeito da decisão do Ministério da Saúde pela suspensão das compras de seringas por conta dos altos preços também gerou repercussões negativas nas redes sociais. As manifestações de Bolsonaro serviram como uma largada para os debates polarizados na internet do ano de 2021.

 

O famoso Museu de Cera de Rolândia e vacina para Covid-19 no supermercado
AFP / EVARISTO SA
 


#Censura do Modo Turbo 

No mesmo dia que chegou a Billboard Global, a canção "Modo Turbo", parceria de Anitta, Pabllo Vittar e Luísa Sonza, teve seu videoclipe ocultado do YouTube, dificultando o acesso. As artistas e fãs entenderam o caso como uma tentativa de censura da plataforma. Mais tarde, as redes sociais do YouTube se manifestaram e afirmaram que resolveriam o problema, mas não deram satisfação pelo motivo do problema. Com quase 40 milhões de visualizações, o vídeo agora está disponível para busca no site. Não é a primeira vez que Pabllo tem seus vídeos escondidos, o mesmo aconteceu com seus hits "Bandida" e "Parabéns". 


*Supervisão: Patricia Maria Alves

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo