Militão Repórter


E-mail: [email protected]




Josoé de Carvalho

Creso de Moraes é diretor da Enfoque, em Curitiba


O técnico Wanderley Luxemburgo fez palestra aos rotarianos do Londrina Norte. Na foto, com o presidente do clube, médico Ronaldo Vasconcelos Barros

Paulo Wolfgang

Gabriela Costa fez pós-graduação em Veneza



Internacional
-A jovem Gabriela Costa, publicitária, pós-graduada em turismo, que morou três anos na Itália e estudou em Veneza, está de volta a Londrina, após ter exercido sua profissão em São Paulo. Sempre esteve trabalhando com intercâmbio. Ela está instalando aqui uma franquia da Central de Intercâmbio, que tem sede em São Paulo e escritórios em mais 15 cidades do Brasil.
-Dia dia 7, na rua Paranaguá, Gabriela começará suas atividades. Ela pretende visitar todos os Colégios e Cursos Superiores de Londrina, visando levar ao exterior todos os estudantes que desejarem participar de intercâmbios. Fará exposições e palestras a respeito.
-De início, os interessados em fazer o intercâmbio poderão escolher as cidades italianas de Roma e Florença (Firenze), Londres, na Inglaterra, Madri e Barcelona na Espanha, Boston, Nova York e cidades da Califórnia, nos Estados Unidos, Camberra, Sidney e Adelaide, na Austrália.
-Gabriela Costa trabalhou e estudou durante três anos em Veneza. Morava no continente e ia todos os dias para Veneza, que é formada por um grupo de ilhas. Fez estágio também em Verona. Tem grande experiência nessa área. Ela é filha do casal Célia-Fernando Costa. O pai é médico em Londrina.

Para a torcida, ganhar da Argentina é o que importa
-A impressão que eu tenho é de que o jogo de amanhã, no Estádio do Café, contra a seleção da Argentina, é para a torcida londrinense como se fosse a decisão do Pré-Olímpico. Ganhar dos argentinos é o que os torcedores desejam. Pelo menos foi o que ouvi, domingo, e é o que tenho ouvido pelas ruas e locais onde vou na cidade.
-É que a Argentina é realmente o grande rival da seleção brasileira de futebol, seja em que categoria for. Não é o Uruguai, que ficou apenas naquela Copa do Mundo de 50. A Argentina é mais forte e tem sido a adversária mais temida pelo Brasil. E vice-versa.
-Por isso, acho que o Estádio do Café receberá amanhã público acima de 40 mil pessoas. Compre o seu ingresso logo, porque se deixar para a hora da partida, poderá ter problema. E vá mais cedo, pois a rodada é dupla e a preliminar reunirá Chile e Uruguai, o campeão do grupo de Cascavel, que ganhou todos as partidas que disputou.
-Contra o Chile, a Colômbia jogou com raiva de minha coluna, por causa das informações que dei, dizendo que o time estava gordo e preocupava o médico e o técnico. Vieram ao jornal reclamar contra mim. Mas golearam os chilenos por 5 a 1. Domingo, não escrevi sobre eles. E levaram um passeio de bola. Entraram classificados e saíram tontos de campo.
-Galvão Bueno almoçou com Roberto Vezozzo e outros amigos no Hotel Bourbon. Ficaram fazendo resenha até bem tarde. Deram muita risada. Galvão contou histórias ótimas sobre acontecimentos da televisão. O técnico Wanderley Luxemburgo soube que o papo do pessoal é descontraído. Está convidado por Roberto Vezozzo para o dia que ele quiser. Almoçar e jantar.
-O eterno ex-presidente Carlos Antonio Franchello, do Londrina, foi ao Estádio domingo. Vestindo a camisa 10 do alvi-celeste, a que era usada por Paulinho Andrade. Disse que foi para dar sorte ao time. E deu. Mas no final, teve dó dos colombianos.
-Franchello me disse que o maior público no Estádio do Café foi no Campeonato Nacional de 77, entre Londrina e Corinthians. Ele vendeu todos os 55 mil ingressos e só 53 mil entraram. Foram os que pularam os muros. A polícia fechou os portões. Teve que devolver o dinheiro de dois mil ingressos.
-O Corinthians ameaçou não entrar em campo, se o Londrina não pagasse o passe do atacante Carlos Alberto Garcia, comprado pela diretoria anterior. O alvi-celeste devia 120 mil. Franchello mandou pegar a grana nas bilheterias e mandou-a num pacote para o Vicente Matheus. O Corinthians veio para o jogo e o Londrina ganhou de um a zero, gol do mesmo Carlos Alberto Garcia!
-Uma londrinense, espiritualmente muito forte, mentalizou, sábado, que o Brasil iria ganhar. E que as coisas melhorariam para Wanderley Luxemburgo. Ela pediu ajuda a guias espirituais de primeiro time e eles ‘limparam a área’. Então deveremos vencer – e bem – da Argentina amanhã. Disse ela que muita coisa foi varrida do campo, sábado à noite. As broncas do Londrina estavam em cima da seleção? Seria isso?

Creso veio comemorar o aniversário em Londrina
-O jornalista Creso Moraes está em Londrina, visitando familiares e ‘‘as origens’’, como ele faz questão de afirmar. Como se sabe, Creso, casado com a jornalista Christiani Helena Lourenço de Moraes, foi redator da Folha, de 69 até 1º de fevereiro de 1973. Dia em que os dois se casaram e foram viver nos Estados Unidos.
-Creso faz aniversário hoje. É seu ‘‘primeiro cinquentenário’’. Otimista, diz que vai chegar ao segundo. Lembra do Barbosa Lima Sobrinho, que está com mais de cem anos. O que prova que o jornalismo não mata, comentou. Ele escolheu comemorar os seus 50 anos em Londrina, para rever as pessoas de seu início profissional, uma vez que há 21 anos ele e Christiani mantêm, em Curitiba, a primeira assessoria de relações públicas e imprensa do Paraná.
-O casal tem cinco filhos: Camilo, com 22 anos, estudante de Veterinária; Conrado, com 21, vestibulando de Filosofia; as gêmeas Corina e Carina, de 16 anos; e a caçula Cássia, com 15 anos. Todos nascidos em Curitiba.
-Nos Estados, Christiani e Creso moraram em Nova Jersey, onde receberam visitas de alguns companheiros da Folha, na época, como Walter Macarini e Walmor Macarini e o publicitário Walduir Pagani. Chegou a trabalhar num jornal luso-americano de Nova Jersey. O jornal chama-se Portuguese Times, que é a publicação da colônia portuguesa nos Estados Unidos.
-Londrinense de nascimento, estudou sempre aqui, sempre em escolas públicas. Fez o curso de Direito. Houve uma época em que a Folha tinha oito advogados na Redação. Dois deles, Creso sempre encontra em Curitiba: Antonio Claret de Resende e Leonardo Henrique dos Santos. Dois figuraços.
-Creso Moraes espera realizar um outro sonho: ter entre os clientes de seu escritório – a Enfoque, assessoria de comunicação – empresários de Londrina, que desejarem ter uma presença maior no Paraná, em Santa Catarina e até em nível nacional, já que ele mantém as melhores relações com gente muito importante de sua área.
-Finalmente, o jornalista e relações públicas Creso Moraes disse que Londrina precisa incentivar o marketing do seu povo, do seus empresários, de sua gente talentosa e trabalhadora. Deu o exemplo dos baianos: todos falam bem de todos. Os londrinenses precisam divulgar mais as coisas suas, da cidade, de sua terra e cantar sua gente. E encerrou dizendo que a Redação da Folha foi sua escola para a vida. Um grande abraço a Creso de Moraes, Christiani e os filhos.

A emoção e o coração
O médico Luis Carlos Miguita, titular da Secretaria do Idoso, programou a primeira de uma série de palestras para os grupos de pessoas que serão previamente convidados. Os médicos José Eduardo de Siqueira, cardiologista, e Heber Odebrechet Soares, psiquiatra, falarão sobre ‘‘A emoção e o coração’’, dia 27, às 20 horas, na sede da Acel. Serão 400 lugares e as pessoas que comparecerem participarão também do lanche especial que será servido. Na ocasião, Miguita apresentará a equipe oficial que trabalha na Secretaria do Idoso. A segunda palestra também já está programada. Será feita pelo jornalista João Milanez e pelo cirurgião Francisco Gregori. Tema: ‘‘A forma simples de ser feliz!’

Do Copacabana Palace
- E aqui estão algumas informações do Hotel Copacabana Palace, que a londrinense-carioca Cláudia Fialho me adiantou:
1 - O baile do sábado de Carnaval, no Copa, promete ser deslumbrante. Será à fantasia muito chique e black tie. Zeca Marques, um gaúcho que mora em Nova York, muito famoso, fará a decoração.
2 - Está chegando ao Rio um grupo grande da revista Traveller, incluindo manequins e modelos, para fotografar para grande matéria sobre a Cidade Maravilhosa. Com eles, uma equipe do Discovery Channell, para fazer um making-off da reportagem.
3 - Cláudia Fialho me disse que todos seus amigos falam sobre Londrina, elogiando a realização do Torneio Pré-Olímpico de Futebol aqui. Ele está muito orgulhosa com isso, pois esta cidade ficou muito mais importante aos olhos dos cariocas. Pois ao promover a competição, o Prefeito de Londrina revelou muita coragem e inteligência, pois coloca Londrina na maioria dos televisores do País e de mais de 50 países, divulgando a cidade para boa parte do mundo. Até para o Líbano e Israel os jogos são transmitidos.
4 - Cláudia Fialho me perguntou pelo Londrina. Ele sempre foi torcedora do Tubarão. Agora do Flamengo também. No Rio é rubro-negra fanática. E encerrou: se Mister Sherwood ficar com o Hotel das Cataratas, será um prêmio para o Paraná, pois seu grupo tem dinheiro para reformá-lo inteiramente e transformá-lo realmente num magnífico hotel ‘‘seis estrelas’’. Que faria parte de sua cadeia internacional, o que seria excelente para Foz do Iguaçu.
- Tome nota do nome dele: Jorge Night. Dizem que veio do Rio de Janeiro para investir forte na noite londrinense. E que deseja dar mais vida à boemia da cidade. Tem trazido vários sambistas para sua casa, sorteia prêmios entre as moças e usa o telão até para mostrar do lado de fora o que acontece na Apoteose. Dizem que ele pretende comprar outra casa de shows aqui.