São Paulo - Fazer o teste para interpretar a caipira Maria João de ''Morde & Assopra'', que estreia 21 de março, às 19 horas, era quase uma missão impossível na cabeça de Jurema Reis. A atriz de 23 anos não imaginava que pudesse convencer a equipe de que seria uma boa opção para a personagem - que era gordinha na sinopse - por conta de sua forma esbelta.
Mas sua atuação foi tão surpreendente que Walcyr Carrasco mudou as características físicas da secretária da prefeitura da fictícia cidade de Preciosa para aprovar Jurema. ''Tinham três caipiras na história, mas duas caíram e suas características se misturaram na Maria João'', atesta a atriz, que interpreta uma jovem que faz de tudo para passar uma imagem de requintada e acaba se atrapalhando em suas tentativas.
A insegurança de Jurema por estrear na tevê diminui em função do gênero principal que envolve a novela: a comédia. A atriz já fez rir nos palcos e confessa que se sente mais à vontade nessa ''linha''. Principalmente pela aceitação popular que costuma trazer, quando bem feita. ''Tivemos vários exemplos de mulheres que se destacaram na comédia nas últimas novelas das seis e das sete. É tão difícil quanto fazer drama, mas acho que cativa o público mais rápido'', analisa ela, que se formou na conhecida Casa das Artes de Laranjeiras, dedicada ao ensino de artes cênicas na Zona Sul do Rio de Janeiro.
A vontade de atuar bateu ainda pequena, mas Jurema reconhece que não foi fácil encarar isso. Sua mãe, insegura com a instabilidade da carreira artística, não deu muito apoio à filha. Até encontrar, numa tarde de folga em um clube, um cineasta que conversou com ela sobre a rotina de uma atriz. ''Não sei o nome desse homem, mas adoraria saber. Ele sugeriu que minha mãe me fizesse estudar Teatro, até para eu ter certeza do que queria. E assim é que tudo começou a dar certo'', recorda-se.
Jurema já apareceu na tevê antes, em pequenas participações. Uma no infantil ''A Turma do Didi''. E outra em dois capítulos de ''Malhação'', quando encarnou uma menina de 16 anos que descobre estar grávida. Na trama, ela precisava de uma transfusão de sangue. A família, por questões religiosas, estava reticente em aprovar. ''Experimentei o drama e, agora, mergulho profundamente na comédia. Sinto que entrei com o pé direito'', avalia a atriz, abrindo um largo e envolvente sorriso.


A atriz estará na próxima novela das 19 horas, na pele de uma caipira
A atriz estará na próxima novela das 19 horas, na pele de uma caipira | Foto: Jorge Rodrigues Jorge/Carta Z Notícias
A atriz estará na próxima novela das 19 horas, na pele de uma caipira