Vai sair? Corre olhar no espelho, arrumar o cabelo e sair. Sair? Não antes sem pegar a bolsa...Mas qual delas? Foi-se o tempo em que a mulher tinha uma única e inseparável bolsa – sempre preta, de preferência. Hoje, ainda bem, a bolsa deixou de ser apenas um coadjuvante na produção do visual. Muitas vezes, ganha status de estrela do look, principalmente se for um dos modelos exclusivíssimos como a bolsa em forma de sela de cavalo da Dior – com direito a lista de espera e preços exorbitantes.
Mas quem não quer saber de ficar esperando por um modelo exclusivo, não vai precisar se preocupar. O que não faltam são modelos, cores (sim, muitas cores) e novidades nas prateleiras – como os materiais usados na confecção. A grife Lenny e Cia., do estilista Lenny Mattos, apresenta nesta coleção o chamado couro vegetariado, um couro cru usado nas alças das bolsas.
Os lançamentos ainda incluem couros florais, perfurados, cobras multicoloridas e até mesmo a napa vegetal, como a linha Absolut, da Arrivare, que chega desestruturada, mas possibilitando novas pregas e formas.