ENEM 2020 -

FOLHA ENEM - Provas de ciências da natureza e a atenção ao invisível

Biologia, química e física: decorar fórmulas ainda é vista como alternativa, mas não como ponto principal para bom desempenho

Edson Neves/Especial para a FOLHA
Edson Neves/Especial para a FOLHA

FOLHA ENEM - Provas de ciências da natureza e a atenção ao invisível
iStock
 


Uma mistura bem homogênea. Com o perdão do trocadilho, é a definição da prova de ciências da natureza e suas tecnologias do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2020. No dia 24 de janeiro – segundo domingo do exame – serão aplicadas 45 questões das disciplinas de biologia, química e física.


O professor de química e diretor do Colégio Marista de Londrina, Jorge Narciso, pontuou que mesmo com essa “mistura” dos chamados componentes curriculares, a prova de ciências da natureza expõe um grau de dificuldade maior em química e física, onde o candidato é mais exigido para a resolução das situações-problema. “Os fenômenos que essas duas disciplinas estudam baseiam-se naquilo que é invisível aos olhos, como átomos e moléculas”.




Levando por esse lado, complementa o professor, a biologia também seguiria o mesmo rumo, mas, segundo ele, os assuntos desta área são mais “palatáveis” aos alunos. “Apesar das teorias também serem baseadas em coisas do universo microscópio, estão mais ‘familiares’ aos nossos sentidos, como o DNA e a reprodução humana”. Mesmo assim, o diretor do Colégio Marista de Londrina deixou o alerta. “Não quer dizer que seja uma matéria mais fácil. A biologia também tem suas teorias complexas”.


FOLHA ENEM - Provas de ciências da natureza e a atenção ao invisível


DECOREBA AJUDA, MAS NÃO DECIDE 


Decorar as fórmulas utilizadas em química, física e biologia era garantia de bom desempenho, principalmente nos vestibulares. Sobre esse aspecto, Narciso indicou que as fórmulas continuam importantes para resolver questões das três disciplinas, mas deixaram de ser o ponto central da prova. “Elas perderam o seu peso. Anteriormente, uma vez memorizada aquela fórmula, o aluno tinha grandes chances de ir bem. No Enem, os conteúdos estão além dessa estratégia de decorar. A leitura do enunciado e o seu contexto, se não bem entendidos, comprometem tanto quanto o não domínio da fórmula”.


Já entre os conteúdos que mais caem na prova, assim como nas ciências humanas, são de temas ensinados no primeiro ano do ensino médio e até no ensino fundamental. Na biologia, destacam-se a parte celular e também a genética; na física, as áreas ligadas à energia solar e seus fenômenos térmicos, além das leis físicas; e na química o ênfase se dá na química geral e na distribuição eletrônica (diagrama de Linus Pauling).


Para o professor Jorge Narciso, as habilidades cognitivas do aluno na prova de ciências da natureza devem ir além da compreensão do conteúdo. “Não basta saber do que é composto o ar. Mas a partir disso, ser capaz de analisar um problema humano sobre essa compreensão”. Outro exemplo dado por Narciso foi de um acidente envolvendo cargas com elementos que podem poluir o meio-ambiente, como o mercúrio. ‘Qual o efeito ambiental disso?’ – é uma das perguntas que o aluno deve fazer”, e não se prender apenas às características próprias do elemento químico”, finalizou. 


ACESSE AQUI: FOLHA ENEM 2020 - CADERNO 3 - CIÊNCIAS DA NATUREZA


FOLHA ENEM | Gabarito - Caderno 3 - Ciências da Natureza


FOLHA ENEM - Provas de ciências da natureza e a atenção ao invisível





Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Tudo sobre:

Últimas notícias

Continue lendo