Professora Elizabeth é eleita a primeira prefeita de Ponta Grossa

A atual vice do município venceu a deputada Mabel Canto (PSC), na única disputa exclusiva entre mulheres no País

Pedro Moraes - Grupo Folha
Pedro Moraes - Grupo Folha

Apuradas as urnas, atual vice-prefeita de Ponta Grossa, a professora Elizabeth Schmidt (PSD) foi eleita com 52% dos votos. Ela venceu a deputada estadual Mabel Canto (PSC), que teve 47%. A disputa foi a única em segundo turno no País que foi disputada somente por mulheres. “A mulher pode muito mais do que ela imagina quando está com amigos, com pessoas queridas que gostam muito dela e a ajudam em sua trajetória. Eu dedico a cada uma das famílias ponta-grossenses, foi muito especial, um gostinho sensacional de vitória”, afirmou em declaração oficial em suas redes sociais.


 

Professora Elizabeth é eleita a primeira prefeita de Ponta Grossa
Divulgação
 

 

Schmidt ainda reafirmou sua vitória em uma campanha disputada. “Tudo que é mais difícil é mais é mais gostoso e mais vitorioso. Estou muito emocionada e muito feliz porque essa vitória é da experiência, do comprometimento, da responsabilidade, de uma história de vida que sempre demonstrei e todos me conhecem”, comemorou. No primeiro turno, Mabel Canto passou como a mais votada com 37,27%, já a professora Elizabeth Schmidt obteve resultado de 31,15%.

 

A prefeita eleita tem 69 anos e estava coligada com o PV, PSDB e Avante. Ela representa o atual prefeito Marcelo Rangel (PSDB), como também tem o apoio direto do principal nome de seu partido no Estado, o governador Ratinho Junior. O seu resultado confirma o poderio conquistado pelo PSD em 2020. O partido elegeu 129 prefeitos, sendo que na Região Metropolitana de Londrina foram oito. A legenda conquistou 101 cidades a mais em relação ao pleito de 2016 (28 eleitos). O partido do governador ainda encabeçou ou compôs a chapa de 245 prefeitos eleitos no Paraná, 61,4% do total de 399, vencendo em 73 das 100 maiores cidades.

 

Questionada pela FOLHA na última semana, Elizabeth apontou qual serão suas primeiras medidas em janeiro. “O foco é dar início às ações nos bairros, dando prosseguimento ao programa de pavimentação, colocar o projeto CEP Cidadão em prática, realizar as adequações necessárias para que os cinco superpostos estejam com atendimento ampliado até as 22 horas nos primeiros 100 dias de governo”, disse.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo