ELEIÇÕES -

Doze municípios do Paraná registram 100% de mesários voluntários


Vitor Ogawa - Grupo Folha
Vitor Ogawa - Grupo Folha

Os municípios de Ibiporã (Região Metropolitana de Londrina), Assis Chateaubriand, Andirá, Carlópolis, Cambará, Campo Largo, Clevelândia, Guaíra, Ibaiti, Pinhais, Santo Antônio do Sudoeste e Toledo alcançaram a marca de 100% de mesários voluntários para as eleições municipais de 2020. 


Mesários voluntários da 113ª Zona Eleitoral de Assis Chateaubriand (PR).
Mesários voluntários da 113ª Zona Eleitoral de Assis Chateaubriand (PR). | 113ª Zona Eleitoral de Assis Chateaubriand (PR)
 



O programa Mesário Voluntário foi criado com o objetivo de incentivar a adesão ao voluntariado para serviços eleitorais, de forma consciente e espontânea, nas mesas receptoras de votos. A Justiça Eleitoral realiza ações nesse sentido desde 2004. Neste ano 115 mil mesários vão atuar em 186 zonas e quase 22 mil seções eleitorais em todo o Estado. 




Até agora, mesmo no contexto de pandemia, o Paraná recebeu mais de 85 mil inscrições de pessoas que se ofereceram para trabalhar como mesários voluntários. O número é quatro vezes a quantidade registrada nas eleições de 2018, quando 20 mil voluntários se ofereceram voluntariamente para trabalhar, um recorde na história do TRE-PR. Eles proporcionarão o exercício do voto para os 8,1 milhões de eleitores aptos a votar no estado em 15 de novembro, em primeiro turno, e 29 de novembro, onde houver segundo turno. Cinco cidades do Paraná possuem mais de 200 mil eleitores e poderão ter segundo turno: Curitiba, Londrina, Maringá, Ponta Grossa e Cascavel. Caso haja o segundo turno, os mesários desses municípios também deverão atuar no segundo dia de votação.


Mesmo com o número recorde de inscritos, o TRE tenta incentivar a inscrição de mais voluntários pelo site do tribunal ou aplicativo e-Título, para possíveis substituições, cadastro de reserva e equipe de apoio. Entre as tarefas desses colaboradores nos locais de votação estão a orientação de eleitores com informações sobre os locais de votação, e uma inédita que adveio com a pandemia provocada pela Covid-19: a ajuda na higienização e no distanciamento por causa do novo coronavírus. Estima-se que 30 mil pessoas atuem como colaboradores.


Empréstimo de Mesários

A situação na 113ª Zona Eleitoral de Assis Chateaubriand (Oeste) é inédita. O cartório eleitoral saiu de quadro difícil, em que sofria com a falta de mesários, e, após um intenso trabalho de divulgação nas redes sociais e da adesão ao Projeto Universidade Amiga, conseguiu reverter o panorama desfavorável e está até emprestando voluntários para as zonas eleitorais vizinhas.


Por se tratar de uma novidade, o empréstimo da força de trabalho será feito para a zona eleitoral vizinha mais necessitada de mesários. De acordo com o chefe do cartório de Assis Chateaubriand, Rodrigo Torres, o solicitante deverá providenciar o transporte para que os colaboradores possam se deslocar para os locais de votação.


"Não apenas temos 100% dos mesários voluntários, mas também todas as outras funções auxiliares preenchidas com voluntários: secretário de prédio, auxiliar de justiça e coordenador de acessibilidade", conta Torres. O município possui 17 locais de votação e 62 seções, nas quais atuam 248 mesários.


Mesário

O trabalho de mesário não é remunerado. Ele fica na seção eleitoral durante todo o dia de votação. É ele quem recebe o eleitor, colhe sua assinatura e o libera para votar. O mesário também deve garantir o sigilo do voto e manter a calma e tranquilidade no ambiente de votação, além de zelar pela segurança da urna eletrônica.


Vantagens

O cidadão que desempenha a função de mesário durante as eleições, como voluntário ou por meio de convocação, tem direito a algumas vantagens. Entre elas estão a dispensa do trabalho pelo dobro dos dias de convocação, sem prejuízo de salário; auxílio-alimentação para o dia da eleição (R$ 35,00 por dia trabalhado), vantagem em critério de desempate em concursos públicos e isenção do pagamento de taxa de inscrição em concursos públicos realizados pelo poder público estadual (desde que previsto em edital). Os estudantes universitários que se inscreverem recebem, além dos benefícios citados acima, a partir de 30 horas extracurriculares para cada turno da eleição.







Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo