Elas estão há mais de meio século abrindo e fechando seus armários, comprando roupas para trabalhar ou seguir rumo a compromissos formais ou informais. Fontes de amadurecimento de estilos, pessoas na terceira idade adoram uma novidade e, na hora de escolher o que comprar, o conforto está acima de qualquer regra de vestimenta.
''O mais importante na hora de se vestir é conhecer seu própiro corpo, saber o que mais te agrada nele e o que menos agrada. Assim fica mais fácil a escolha da modelagem, do comprimento, do decote e de todos os outros elementos de uma roupa. A regra é valorizar o que você tem de mais bonito e disfarçar o que não gosta muito. Por exemplo, se acha que tem o braço mais cheinho, opte por mangas que cubram essa parte. Se tem quadril mais largo, escolha modelagens mais soltas na parte de baixo do corpo'', ensina a personal stylist Lu Barbosa.
A indústria da moda pouco atenta seus olhos para o vestuário voltado para esta faixa etária. Segundo especialistas, trata-se de um público muito difícil de satisfazer, pois não pode ser chamado de velho, tendo que reinventar um nome, uma ideia de elegância, propondo isso de uma maneira sútil.
Há quem defenda mais criações para esta população. É o caso do estilista Ronaldo Fraga, que em 2009 apresentou uma coleção batizada de ''Risco de Giz'', durante a São Paulo Fashion Week. Idosos e crianças subiram na passarela.
Na época, Fraga assim definiu seu desfile: ''Vivemos em um país tão jovem que uma pessoa se torna invisível para a sociedade depois dos 65 anos. O que nós estamos fazendo com os nossos velhos? Como queremos envelhecer?'', e ainda completou: ''Se a moda não quiser olhar para os idosos pelo olhar humanizador, de inclusão, que seja pelo econômico: a indústria está comendo mosca.''
A moda atrai - e muito - as mulheres na terceira idade. E neste caso, vale a mesma regra do grupo das mais novas: sempre respeitar seu biotipo, usar roupas que lhe façam se sentir bem e confortável, sem restrição de cores, estampas e acessórios.
''Não se prenda a modismo, escolha peças clássicas e mais discretas. Cores também são importantes, lembrando que estampas grandes aumentam as proporções visualmente falando. Camisas ficam bem em todas as idades. Acessórios são grandes aliados e neles as mulheres podem ousar em qualquer idade. Se a roupa monocromática parece careta para algumas pessoas, coloque cor nos acessórios. Cuidado somente para não combinar elementos ao mesmo tempo, como por exemplo: a bolsa que combina com o sapato que combina com o cinto'', explica Lu Barbosa.
Sem idade para ser elegante e charmosa, é cada vez mais visível que o grupo feminino da terceira idade sabe o que significa a palavra moda. ''Podemos ser elegantes em todas idades, só é preciso conhecer seu estilo, a ocasião e entender que muitas vezes na moda, menos é mais! Cada pessoa tem um estilo, tipo físico e valores pessoais. Respeite todos eles, se atente a decotes, comprimentos e modelagens e estará pronta para arrasar'', conclui a personal stylist.

Imagem ilustrativa da imagem Senhoras estilosas
A atriz Meryl Streep, aos 63 anos, sempre impecável
Imagem ilustrativa da imagem Senhoras estilosas
Aos 83 anos, Fernanda Montenegro tem bom gosto na escolha de seus looks
Imagem ilustrativa da imagem Senhoras estilosas
A rainha Elizabeth II é um ícone de elegância aos 86 anos de idade
Imagem ilustrativa da imagem Senhoras estilosas
A atriz Jane Fonda, 75 anos, é a tradução perfeita de beleza e bom gosto
Imagem ilustrativa da imagem Senhoras estilosas
Imagem ilustrativa da imagem Senhoras estilosas
Imagem ilustrativa da imagem Senhoras estilosas
Imagem ilustrativa da imagem Senhoras estilosas
Imagem ilustrativa da imagem Senhoras estilosas
Imagem ilustrativa da imagem Senhoras estilosas
Imagem ilustrativa da imagem Senhoras estilosas
Imagem ilustrativa da imagem Senhoras estilosas
Chegar à terceira idade não significa deixar de acompanhar a moda e muito menos descuidar das roupas que vai vestir. Para manter a elegância, uma boa aposta é a alfaiataria. Para manter a classe, invista em calças, blazers, bermudas e saias