Em um esporte ainda desconhecido pela maioria dos brasileiros, Eliza Nobre vem cravando seu nome como uma das grandes promessas do Brasil em competições pelo mundo. A jovem que aos quatro anos de idade teve seu primeiro contato com o esqui, hoje aos 15 anos já ostenta importantes conquistas, fruto de seu potencial e evolução contínua na modalidade.
Medalha de prata e bi-campeã amadora, em 2011, no XXVI Campeonato Brasileiro de Slalom Gigante, organizado pela CBDN - Confederação Brasileira de Desportos na Neve em Valle Nevado, no Chile - longe de saber o que é neve em seu país de origem, a paulista realiza seus treinos em Portillo e Vale Nevado, no Chile, e na Europa.
''Vou para o lugar onde tenho competições, onde fico treinando. Acordo cedo todo dia para esquiar, faço exercícios de esqui e fico em condições para a competição. À tarde geralmente vou para a academia. Quando não estou na neve só me resta mesmo fazer o treinamento físico'', disse ela.
Em janeiro último, a atleta brasileira participou dos Jogos Olímpicos da Juventude, realizado em Innsbruck, na Áustria. Na pista exigente na montanha de Patscherkofel, ela fez uma excelente prova e foi a única atleta sul-americana a terminar a corrida.
''Essa experiência aqui na Áustria foi muito memorável, ainda mais porque entrei na abertura segurando a bandeira do Brasil.''
Quando questionada sobre o reconhecimento do esporte em seu país, bem como as dificuldades enfrentadas, ela não economiza palavras.
''É um esporte pouco conhecido no Brasil. Quando eu falo que esquio todos acham que é na água. Poucas pessoas sabem quando têm eventos de esqui em que um/uma brasileira está participando. Sem sombra de dúvida a maior dificuldade é o fato de o Brasil não ter neve. Isso limita muito meu treinamento, pois além do físico, não tem outra coisa que eu possa fazer para praticar o esporte. Como consequência, tenho que viajar. Estou sempre atrás da neve e não é sempre que posso estar viajando porque também tenho que ir para a escola.'' (Elaine Souza)

Imagem ilustrativa da imagem O assunto é...
| Foto: Divulgação