Formada em Marketing e Propaganda, aos 31 anos Juliana Pagani vive uma das melhores fases de sua vida. Há seis meses, a bonitona de invejáveis olhos verdes trocou Londrina por São Paulo. Na cidade da garoa, começou a fazer um curso de comissária de voo, no qual se forma no fim de janeiro de 2012.
''Eu sempre amei viajar, conhecer lugares, pessoas e culturas diferentes. Trabalhei em agência de viagens por um tempo e em uma das minhas viagens a São Paulo, tive um insight. Por que não trabalhar como comissária e unir o útil ao agradável, ganhar dinheiro viajando? Mas quem me incentivou muito foi meu primo Emerson, que é piloto da TAM, que junto da sua esposa Bruna, me acolheram nos primeiros meses aqui em São paulo. Ele me deu várias dicas sobre essa profissão fascinante'', contou.
Símbolo de elegância, a profissão de comissária de voo não é tão simples e glamourosa como se imagina. Além de ter boa postura e aparência, paciência, cordialidade e jogo de cintura, durante o curso e até mesmo na carreira é necessário uma série de treinamentos e aperfeiçoamentos.
''Meu principal desafio nesse curso foi a sobrevivência na selva, que fiz na última semana. Passamos três dias aprendendo a sobreviver no meio do mato sem alimentos, roupas e assistência médica. O que mais me afligia era o fato de passar fome e frio. Mas no fim deu tudo certo''.
Antes de ingressar em uma companhia aérea, Juliana tem um longo caminho pela frente. Com diploma em mãos, ela fará a prova da ANAC, para obter o CHT (Certificado de Habilitação Técnica) e começar a participar de seleções das empresas aéreas. ''Sendo contratada, a empresa dá um treinamento de dois meses. Espero começar a voar no máximo até maio''.

Imagem ilustrativa da imagem O assunto é...
| Foto: César Augusto