Fonoaudióloga por formação e empresária por opção. Uma carreira visando apenas boa remuneração nunca esteve acima de tudo na vida de Sarita Pfeifer. Casada há 16 anos, mãe de Felipe, de 15 anos, e Lorenzo, de 9, ela concilia com muito sucesso a vida profissional e a familiar.
''Eu sempre achei lindo uma família grande e nunca me passou pela cabeça não casar e ter filhos para ter sucesso na minha profissão. Família não impede ninguém de evoluir profissionalmente. Talvez por um período, a devoção seja necessária, mas nada é para sempre. Existem mulheres que são felizes apenas para a família ou para o trabalho, como existem aquelas que precisam ou gostam de fazer as duas coisas, ou seja, unir trabalho e família'', diz ela.
Ainda segundo a empresária, que tem em mãos responsabilidades pelos resultados de seus negócios e inúmeras decisões em sua empresa do segmento de moda, o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal é perfeitamente possível, uma vez que isso está diretamente ligado à dedicação que se tem pelos dois âmbitos.
''Já rejeitei trabalho por saber que afetaria minha vida pessoal. Preciso também de tempo para mim. O sucesso entre carreira e vida pessoal acredito que esteja no amor da família. A paz em casa para uma mulher que trabalha fora dá a garantia do seu sucesso profissional. O fato também de gostar do que eu faço e poder contar com a ajuda do meu marido, me torna ainda mais forte para continuar neste caminho.''
Para a gerente de vendas Amanda Benatti Junqueira de Freitas Giacomelli, as aspirações da vida nunca estiveram focadas na ambição ou em outro fator que pudesse atrapalhar sua vida pessoal. Casada há quatro anos e mãe da pequena Laura, Amanda é outro exemplo de mulher que prima pela estabilidade entre trabalho e vida familiar, equilibrando as responsabilidades sem diminuir o ritmo de trabalho.
''Carreira nunca esteve em primeiro plano para mim. Acima de tudo Deus e depois minha família e meu trabalho, tudo com seu devido valor. Dou sim importância primordial ao meu trabalho, pois ele me dá ânimo. Me sinto viva, ativa, ele me realiza. No entanto, já rejeitei propostas de trabalho por tirar o tempo que eu teria para minha família'', conta.
A flexibilidade entre trabalho, casa, filhos, maridos e cuidados com a saúde e beleza reside, segundo Sarita e Amanda, na organização do tempo, paciência e comunicação. ''Não há segredo. É preciso delegar horário para cada coisa que tem que ser feita no dia. Acredito que absolutamente tudo que a pessoa quer, ela consegue. Não abra mão de ter uma família, se este for seu sonho, por causa da vida profissional. Para algumas mulheres, a família não faz parte de uma vida feliz e realizada. Para outras é fundamental. É preciso observar e decidir o que queremos'', acrescenta Amanda. (E.S.)

Imagem ilustrativa da imagem Muito além do triunfo financeiro
A empresária Sarita Pfeifer com os filhos Lorenzo e Felipe: ''O fato de gostar do que faço e poder contar com a ajuda do meu marido me torna mais forte''
Imagem ilustrativa da imagem Muito além do triunfo financeiro
Amanda Giacomelli, gerente de vendas, sempre arranja tempo para estar com a filha Laura: ''Não há segredo. É preciso delegar horário para cada coisa''