Volumes modernos e ousados ganham proporções nunca antes vistas em golas. A tendência já vem de outras temporadas, continua neste inverno e deve seguir em alta no próximo verão, principalmente em vestidos e blusas de festa. Afinal, uma gola gigante, envolvendo colo e pescoço, é uma bela moldura para mulheres de todas as idades, desde que seja respeitada uma regrinha básica: esse look pede peças mais ajustadas como tubinhos, saias-lápis e calças tipo skinny e legging. Ou seja, a modelagem sequinha abaixo da cintura dá equilíbrio ao excesso de volume na parte superior, também chamada de triângulo invertido.


Fotos: France Presse e divulgação

Imagem ilustrativa da imagem Escudo fashion
Fluidez do tecido favorece os volumes retorcidos
Imagem ilustrativa da imagem Escudo fashion
Estampa digital no look com gola capuz, Inverno 2011 da Basso&Brooke, London Fashion Week
Imagem ilustrativa da imagem Escudo fashion
Imagem ilustrativa da imagem Escudo fashion
Triângulo invertido: golas volumosas pedem modelagens sequinhas, Carolina Herrera
Imagem ilustrativa da imagem Escudo fashion
A estrutura minimalista da gola permite uma saia levemente pregueada
Imagem ilustrativa da imagem Escudo fashion
Pregas estratégicas no look de Paula Raia para a São Paulo Fashion Week /Verão 2012
Imagem ilustrativa da imagem Escudo fashion
Imagem ilustrativa da imagem Escudo fashion
Equilíbrio de proporções no Inverno 2011 da Osklen: no primeiro look, megagola sobreposta à silhueta ajustada; no segundo, hot pants com modelagem larguinha e blusa estruturada a partir da gola