Cápsula para combater a caspa e a celulite. Cápsula para fortalecer os cabelos e unhas. Cápsula para atenuar rugas e melhorar o viço da pele. Cápsula com efeito protetor ao dano solar, flacidez... Cápsula a favor da beleza!
Os nutricosméticos têm sido um produto cada vez mais comentado nos consultórios de dermatologistas, nutricionistas e farmácias de manipulação. Produzidos a partir de alimentos funcionais ou suplementos alimentares, eles concentram vitaminas, sais minerais e outras substâncias fundamentais à saúde do organismo.
''São compostos nutrientes com capacidade comprovada de proporcionar benefícios à saúde, como a prevenção e tratamento de doenças. São indicados como complemento de tratamentos. Atuam como coadjuvantes em processos fisiológicos, ajudam o restabelecimento de estruturas cutâneas e suprem nutrientes que naturalmente são perdidos no processo de envelhecimento'', explica a dermatologista Juliana Sonnberger.
De fato, os benefícios que os nutricosméticos podem proporcionar à saúde e à beleza são inúmeros. Segundo o farmacêutico Guilherme Carneiro Leal, de todos os nutricosméticos existentes, a reposição de silício orgânico biodisponível é uma das principais estratégias terapêuticas, seja para o fortalecimento de unhas e cabelos, para a melhora do quadro da celulite, no pré e pós-operatório ou mesmo para a manutenção da estrutura e reestruturação da pele.
''O silício está envolvido na elaboração da cartilagem, das articulações e de outros tecidos conjuntivos incluindo a pele, participando na síntese do colágeno e elastina. As pílulas da beleza, cosméticos orais ou nutracêuticos cosméticos, cujo destaque é a beleza de dentro para fora, têm como principal apelo o efeito antivelhecimento, reduzindo a formação de rugas por combaterem os radicais livres'', completa ele.
Entre as muitas substâncias que aparecem na fórmula dos nutricosméticos, diz a médica Juliana, estão a soja, antioxidantes como vitaminas E e C, oligoelementos como zinco, cobre, manganês, silício, peptídeos, entre outros.
Os nutricosméticos são regulamentados como venda livre, no entanto, com a sua expansão, cresce também entre os médicos a preocupação em alertar para aspectos que não podem ser ignorados.
''Os nutracêuticos precisam de indicação médica, pois nos casos de problemas de pele, unhas ou cabelos, só um dermatologista poderá orientar o paciente, descartando doenças e eventualmente complementar o tratamento com outras medidas. Consumir nutrientes em cápsulas sem indicação médica pode levar à hipervitaminose ou à interação com drogas que o indivíduo esteja tomando ou ainda à piora dos estados cutâneos'', alerta a dermatologista.
Tanto homens e mulheres podem valer-se deste recurso. Mas são mesmo elas, disparadas, que mais consomem a beleza em cápsulas. São mulheres na faixa de 30 a 40 anos. ''Temos clientes que gastam cerca de R$ 500 por mês com nutricosméticos'', revela Guilherme.
O momento do dia mais indicado para tomar a cápsula, ensina Juliana, é logo após as refeições, frisando também que a combinação de vários tipos de nutricosméticos pode acarretar problemas dependendo de suas combinações e associações.
''Por isso a importância do acompanhamento médico. Há inúmeras variáveis ambientais e dietéticas que influenciam no resultado dos nutracêuticos, como o tabagismo, poluição, estresse emocional, doenças, medicações, alimentação mais ou menos calórica, presença de doenças como diabetes, tireoide ou absorção intestinal, entre outras. O tempo de uso também vai depender do que se está tratando. Em alguns casos o uso é só temporário e em algumas situações pode ser contínuo, dependendo do produto. Porém a dose de manutenção é inferior. E isso só um médico pode prescrever''.

Imagem ilustrativa da imagem Beleza em cápsulas
| Foto: César Augusto
Há um ano e meio a fisioterapeuta Thais Capoani toma nutricosméticos, mas também segue à risca uma educação alimentar e faz exercícios físicos
Imagem ilustrativa da imagem Beleza em cápsulas
| Foto: Anderson Coelho
Os nutracêuticos são benéficos à saúde, mas devem ser tomados sob indicação médica, diz a dermatologista Juliana Sonnberger
Imagem ilustrativa da imagem Beleza em cápsulas