|
  • Bitcoin
  • Dólar
  • Euro
Londrina

Folha Cidadania 5m de leitura Atualizado em 09/11/2021, 16:48

Streaming abre novas fronteiras para a educação

Recém-lançada, a plataforma Tamanduá EDU une educação e entretenimento oferecendo a professores e alunos um conteúdo de qualidade

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 09 de novembro de 2021

Janaína Ávila/ Especial para a FOLHA
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

A pandemia trouxe uma nova realidade para educadores: o uso da tecnologia se tornou matéria obrigatória. Algumas ferramentas, velhas conhecidas de alunos e professores, ganharam uma nova vida acompanhando a evolução dos hábitos, depois de tanto tempo longe das salas de aula e com o avanço do ensino remoto. O audiovisual, que já há muitos anos acompanha as matérias das escolas, agora tem uma plataforma de streaming de vídeos edutaiment, gênero que une educação e entretenimento. Trata-se da Tamanduá EDU que traz no catálogo, séries e filmes sobre um universo de conhecimento disponível aos estudantes e profissionais da educação. 

.
. |  Foto: iStock
 

São mais de seis mil filmes, séries, desenhos e documentários exibidos em festivais nacionais e internacionais sobre música, arte, cinema, filosofia, educação e sociedade, além de mais de mil peças de jornalismo cultural. Ana Gabriela Lopes é diretora executiva do grupo de mídia Curta!, especializado em curadoria de conteúdos relevantes e explica que todo o conteúdo audiovisual da Tamanduá EDU www.tamanduaedu.com.br – que faz parte do grupo – está em sintonia com a BNCC (Base Nacional Curricular Comum), com o Enem e atende as novas exigências do Novo Ensino Médio, como a formação profissional e as trilhas formativas. “Temos algumas coleções de trilhas de orientação de carreiras, onde um aluno tem a oportunidade de aprender com grandes mestres através dos documentários dedicados. Temos coleções de conteúdo tangibilizando as competências da BNCC que ainda não entrou no sangue dos educadores, é uma novidade. Através dessas coleções, ajudamos a tornar tudo mais palpável tanto para a equipe de professores quanto para os alunos. Os professores podem montar as suas próprias coleções de títulos ou canais e compartilhar o URL direto aos alunos”, explica. 

Inédito no Brasil, a Tamanduá EDU também permite que o professor crie seus planos de aula na plataforma, associando componentes curriculares, competências, habilidades e a descrição de situações didáticas. Os conteúdos pedagógicos contemplam todas as etapas do ensino, do básico até o superior. “O Tamanduá EDU é um projeto para ser usado exclusivamente na educação, com alguns planos também para o terceiro grau, principalmente para os cursos superiores das áreas de humanas. Também tem conteúdo que auxilia na formação de professores”, diz Ana Gabriela. 

A plataforma é acessível através de assinatura feita pela escola. O aluno recebe um login que pode ser compartilhado com a família, o que se revela uma ocasião para que todos os membros do núcleo familiar participem do aprendizado. “Uma maneira de engajar os pais e responsáveis nesse momento, trazendo a escola para a sala de casa. Uma oportunidade de troca muito rica e chance para o jovem comentar situações escolares sem ser pela mecânica da pergunta e resposta”, afirma a diretora.

Ciente da absoluta familiaridade dos jovens com o audiovisual, Ana Gabriela ainda ressalta que a plataforma oferece o acesso direto a um conteúdo imagético que torna o aprendizado mais eficiente. “As crianças e jovens já despendem uma parte enorme do tempo na frente das telas. Se pudermos ter a tranquilidade que eles estão assistindo um conteúdo que está adequado à faixa etária e que conversa com as habilidades que devem ser desenvolvidas naquele momento da vida e ainda dialoga com os temas que precisam repercutir nesse momento, temos o melhor dos mundos! A adesão dos alunos é alta porque eles querem estudar exatamente assim”, explica. O acervo é apresentado em planos segmentados para todas as etapas do ensino básico – infantil, fundamental 1 e 2 e médio - e formação de professores.

Ana Gabriela Lopes: “Temos algumas coleções de trilhas de orientação de carreiras, onde um aluno tem a oportunidade de aprender com grandes mestres através dos documentários"
Ana Gabriela Lopes: “Temos algumas coleções de trilhas de orientação de carreiras, onde um aluno tem a oportunidade de aprender com grandes mestres através dos documentários" |  Foto: Divulgação
 

ATENÇÃO AO ENSINO PÚBLICO

Para 2022, a intenção do Tamanduá EDU é conquistar mais e mais escolas, com uma atenção especial ao ensino público, com ofertas e preços especiais, quase como uma bolsa de estudos. “Temos uma missão em relação à educação pública, é uma responsabilidade de todos nós. Fazemos tudo que é possível para dar aos alunos da educação pública os mesmos recursos, ferramentas e possibilidades que os alunos das escolas privadas têm. É sim uma política diferenciada porque acreditamos na democratização do acesso à educação”, revela Ana Gabriela.

Tamanduá EDU vem para ajudar os professores a encontrarem conteúdo audiovisual de maneira legal e da mesma maneira, compartilhar isso com os alunos respeitando todos os direitos das obras e artistas. “Não podemos estimular crianças e adolescentes a consumirem conteúdos que não estão legalizados por qualquer motivo. As escolas precisam se preocupar também com essa questão ética. Através da plataforma auxiliamos nisso, com um conteúdo todo disponível com login e senha para professores, equipe pedagógica, alunos e famílias. Tudo classificado pela BNCC e com uma ferramenta de busca com filtros para que o resultado seja o mais rico e preciso possível”, explica. 

Alguns temas de pesquisa da plataforma educacional
Alguns temas de pesquisa da plataforma educacional |  Foto: Reprodução
 

A plataforma exerce um outro papel fundamental no universo do streaming ao qual já estamos habituados. “A partir de uma análise mais profunda do movimento do audiovisual nas telecomunicações, percebemos que a curadoria de conteúdo continua sendo o eixo central. Cada dia existe mais e mais conteúdo à disposição e sem uma curadoria, é difícil chegar ao conteúdo de interesse. A mesma coisa é com o conteúdo relacionado à atividade educacional”, diz Ana Gabriela.

Tamanduá EDU: confira aqui

instagram

ÚLTIMOS POSTS NO INSTAGRAM