Feira dos Cinco Conjuntos


Vitor Ogawa - Grupo Folha
Vitor Ogawa - Grupo Folha

A feira livre dos Cinco Conjuntos, na zona norte, é considerada a maior de Londrina. Atrai milhares de pessoas todos os domingos e é realizada ao longo de 16 quadras, na avenida Saul Elkind. Ela possui características diferentes de outras feiras livres da cidade. Mistura os conceitos de feira do produtor, camelódromo, mercado de pulgas e de brechós.

Feira dos Cinco Conjuntos
Vítor Ogawa - Grupo Folha
 




É como se fosse um pequeno centro comercial a céu aberto em que é possível encontrar “de tudo”.  Se você quiser panelas de alumínio ou tachos de cobre, você acha por lá. Se a ideia é comprar um aspirador de pó, também encontra. Se o objetivo é comprar uma roupa, seja de adulto ou de bebê, pronto, ali é o local certo. Cintos, carteiras, vasos de flores, bugigangas eletrônicas,  enxadas, pás, rastelos, galinhas e patos vivos, pescados frescos, bijuterias, tapetes, livros, móveis, a lista é enorme.  Claro que os produtos de uma feira livre tradicional também estão presentes, como verduras e  legumes, embutidos, pastéis, pó de café moído na hora e queijos dos mais diversos tipos. 




E se o leitor procura calor humano, ali é o local exato.  O corredor formado no meio da via pelas barracas é mais estreito que o da feira da rua Alagoas, por exemplo, e isso faz com que as pessoas circulem próximas umas das outras. Com isso é muito comum ouvir cumprimentos esfuziantes de pessoas que há tempos não se encontram.


SALVE A IMAGEM E IMPRIMA PARA UTILIZAR EM SALA DE AULA 


Feira dos Cinco Conjuntos
Folha Arte
 





Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Tudo sobre:

Últimas notícias

Continue lendo