CIDADANIA -

13ª edição do prêmio Pequeno Jornalista destaca a importância da leitura

Pequenos jornalistas, grandes leitores; professoras elogiam o concurso

Walkiria Vieira - Grupo Folha
Walkiria Vieira - Grupo Folha

Em sua 13ª edição, o Prêmio Pequeno Jornalista, promovido pelo Grupo Folha de Comunicação, através do Programa Folha Cidadania, apresentou os três primeiros vencedores durante evento realizado na loja Ciranda, em Londrina, nesta segunda-feira (2).


Ao todo, foram recebidas 504 redações, avaliadas pela jornalista Ana Paula Nascimento. Entre os critérios observados, a criatividade, o senso crítico e a ortografia. O primeiro lugar ficou para a aluna Maria Júlia Ramos, 11 anos, da Escola Municipal Professora Tereza Canhadas Bertan, no União da Vitória em Londrina. De acordo com a professora Vanessa Duarte, a participação já produz uma energia muito positiva em toda a escola e com o resultado tem reflexos em toda a  comunidade. "Muda o olhar da comunidade, cria um movimento que valoriza os professores, jornalistas e  os alunos", reflete. 




Jornalista e proprietária da loja Ciranda, onde foi realizado o cerimonial com a entrega dos prêmios, Denise Gentil destacou a importância do jornal na difusão da informação e sobretudo a credibilidade. "A parceria com a FOLHA é muito importante e saber que as crianças estão utilizando o jornal é um incentivo para os demais alunos e também uma forma de valorizar a profissão do jornalista, que sempre busca a informação verdadeira", expôs. 


Alunas premiadas com suas professoras: tema da redação do concurso Pequeno Jornalista enfoca a importância da leitura
Alunas premiadas com suas professoras: tema da redação do concurso Pequeno Jornalista enfoca a importância da leitura | Walkiria Vieira
 


Criado para combater o analfabetismo funcional, o programa Folha Cidadania faz da leitura do jornal uma ferramenta pedagógica  e está presente em quatro cidades: Assaí, Jataizinho,  Londrina e Jataizinho. Ao todo, 137 escolas integram o programa de incentivo à leitura e 6134 educandos são beneficiados. Para o coordenador de Assinaturas do Grupo Folha, Fernando Felizardo, essa é uma experiência gratificante. "Essa é uma ação que traz um calor muito grande para o coração da gente que tem oportunidade de participar desse evento educativo".


Diretora da Escola Municipal Princesa Izabel em Assaí, Sirléia Paes afirmou que se sente honrada ao levar informação de qualidade para a sala de aula. "É um grande incentivo para todos nós". A professora Dulce Goto, da Escola Municipal Dom Pedro ll, em Jataizinho, estava realizada. "Da nossa escola, foram 22 redações e em todo o município, 160 alunos participantes".

A seguir, confira as redações premiadas.



..
.. | Walkiria Vieira
 


1º LUGAR

Aluna: Maria Júlia A Ramos – 11 anos

Escola Municipal Professora Tereza Canhadas Bertan – Londrina

Professora: Vanessa Duarte


Meu mundo sem a leitura

A leitura proporciona o aprendizado, quando leio me sinto dentro do livro, passando pelas letras e descobrindo palavras. Esse hábito me torna capaz de perceber o mundo de um jeito diferente, ao final do livro a tristeza vem, pois o livro se torna parte de mim.É impossível imaginar a vida sem a leitura, pois não se trata apenas de decifrar códigos.

Ler é identificar expressões, interpretar imagens e fazer parte do mundo. Sem a leitura deixaríamos de ser humanos. Existem pessoas que não sabem ler palavras, mas, através das imagens conseguem decifrar o mundo. Sem leituras o mundo se torna um livro sem páginas.



.
. | Walkiria Vieira
 


2º LUGAR

Aluna: Heloisa B. R. Cordeiro

Professora: Greici Kelly Ribeiro

Escola Municipal Princesa Izabel - Assaí


Como seria minha vida sem a leitura

Chegamos a uma certa idade em que aprendemos a ler, sem a leitura ficaríamos parados no tempo, ela é tão importante que às vezes não percebemos como ela é necessária para o nosso cotidiano. Muitas pessoas ainda não têm acesso a leitura e isso dificulta o seu desenvolvimento do pessoal e profissional, permanecendo de certa forma isolado do mundo. Esse é um dos motivos que faz a leitura ser essencial para nós.

Através da leitura podemos imaginar o mundo que não conhecemos por meio de livros, revistas, jornais e livros. Ela melhora o nosso vocabulário e desenvolve nossa escrita e nós precisamos ter o hábito de leitura, pois quanto maior a leitura, maior seu conhecimento. Sem a leitura a vida perderia o verdadeiro sentido, ela é capaz de transformar um ser humano, enfim, ela nos oferece sabedoria sobre coisas que nunca vimos, quer seja do presente, passado ou futuro.



.
. | Walkiria Vieira
 


3º LUGAR

Aluna: Isadora B. Lemos

Professora: Dulce Gato

Escola Municipal Dom Pedro ll - Jataizinho


Como seria minha vida sem a leitura


A vida sem a leitura não seria nada, pois a leitura é a coisa mais importante de nossa vida. É através da leitura que descobrimos tudo que queremos e precisamos saber sobre a vida humana, sobre os animais, sobre a natureza, enfim podemos adquirir um conhecimento enorme, grandioso de tudo.

Através da leitura conseguimos realizar sonhos, pois com um simples livro conseguimos viajar sem sair do lugar. A leitura mostra conhecimentos para o nosso crescimento profissional, social e pessoal. Infelizmente muitas pessoas no nosso mundo ainda não sabem ler nem escrever, se tornando pessoas totalmente excluídas da sociedade pelo fato de não conseguirem escrever ou ler o seu próprio nome, então, resumindo, como seria a vida sem a leitura? Seria uma vida sem o alimento. Por isso a leitura é importante para todos nós.


*A Folha Cidadania entra em recesso a partir desta edição e retorna no próximo ano letivo




Continue lendo


Últimas notícias