Mudança de rota
Imagem ilustrativa da imagem Zapping
O jeito meigo e tranquilo de Isabelle Drummond logo contrasta com a personalidade arrojada e sensual de Megan, sua personagem em "Geração Brasil". Na história escrita por Filipe Miguez e Izabel de Oliveira, a atriz vive um de seus papéis de maior composição na carreira, que começou quando estreou como a Emília do "Sítio do Picapau Amarelo", em 2001. "É a personagem mais distante que interpretei até agora. Não trouxe nada de mim para ela. Só o inglês, que eu já sabia", afirma a atriz, referindo-se às expressões estrangeiras que Megan fala durante o folhetim. Atualmente no ar também como a mimada Bianca de "Caras & Bocas", no "Vale A Pena Ver De Novo", Isabelle não acredita que irá se repetir em cena por conta da essência parecida dos trabalhos. "A Bianca era muito mais materialista e queria dinheiro sempre. A Megan quer atenção. Uma não irá lembrar a outra", defende.

Novos caminhos
Imagem ilustrativa da imagem Zapping
| Foto: Fotos: Jorge Rodrigues Jorge/CZN
O caráter artístico rebuscado é um dos maiores atrativos das produções de curta duração. Não é à toa que Luiza Curvo se encantou com a ideia de dominar todas as nuances de sua personagem do começo ao fim em "Conselho Tutelar". "Em uma série, por conta da produção mais lenta, os resultados artísticos acabam sendo superiores. Quando faço projetos menores, sinto uma maior concentração e foco naquele trabalho", afirma ela, que vive a enfermeira Rosângela na série. A atriz, que é formada em cinema, gosta de ver os avanços das "conversas" entre as linguagens cinematográfica e televisiva. "São dois ambientes muito agradáveis para mim. É algo que só agrega ao conteúdo. A tevê está em busca de novos momentos e linguagens", valoriza.


Tudo em paz

Manoel Carlos não irá apostar no clássico "quem matou?" na reta final de "Em Família". O autor não pretende matar nenhum personagem nos capítulos finais de seu folhetim, que terminará no dia 18 de julho. A trama deve marcar a despedida de Maneco da faixa das 21 horas. O autor pretende se dedicar a projetos menores, como séries e minisséries.



Posto inédito

O destaque de Fernanda Gentil na cobertura da Copa do Mundo deve gerar bons frutos. A emissora estuda a possibilidade de promover a repórter à narradora das competições esportivas – cargo ocupados apenas por homens. O canal entende que Fernanda pode gerar um novo estilo de narração.



Milhagem

Eliana pretende gravar uma série especial para seu programa em Israel. A produção deve ir ao ar em dezembro, na véspera de Natal. Na Terra Santa, a apresentadora deverá mostrar os locais pelos quais Jesus passou. Recentemente, ela apresentou uma série de reportagens gravadas em Dubai.



Vida longa

Thelma Guedes e Duca Rachid renovaram seus contratos com a Globo. A dupla prorrogou o vínculo de permanência com a emissora e já trabalha em um novo projeto, que tem chance de ir ao ar na faixa das 21 horas. Uma discussão mais profunda acerca disso só deverá ocorrer no começo do ano que vem.



Mais uma vez

O SBT estuda a possibilidade de reprisar a novela "Corações Feridos", que foi exibida originalmente entre janeiro e maio de 2012. A ideia é que o folhetim vá ao ar em uma das faixas de reprise que existem na programação vespertina. Escrita por Íris Abravanel, a trama esbarra na classificação indicativa, que é de 12 anos, já que a novela ia ao ar após 20 horas.



Do bem

Mariana Rios deve voltar à tevê em breve. A atriz está cotada para um papel de destaque em "Lady Marizete", novela das sete de Alcides Nogueira e Mário Teixeira que será lançada em 2015. Na história, a personagem de Mariana irá morar na comunidade de Paraisópolis, em São Paulo, onde parte da história se passa em contraste ao luxo do Morumbi, que é localizado ao lado.



Substituição

O Viva já definiu suas duas próximas reprises. As novelas "Bebê a Bordo" e "O Dono do Muno", exibidas em 1988 e 1991, respectivamente, voltam ao ar no canal a cabo na parte da tarde. Atualmente, o Viva procura uma substituta para "Dancin’ Days", que é exibida na sessão da meia noite no canal.



Nas origens

A Globo não pretende passar em branco a comemoração de seus 50 anos, em 2015. A emissora planeja o lançamento de uma série produzida por Guel Arraes, Jorge Furtado e Mauro Wilson. A produção abordará o surgimento das primeiras emissoras de televisão no Brasil.



Foco no trabalho

Após o fim de "Superstar", Fernanda Lima não terá muito tempo para aproveitar as férias. Em alta na Globo, a apresentadora se prepara para comandar a nova temporada do "Amor & Sexo". O programa retornará na grade da emissora no último trimestre de 2014. Atualmente, Ricardo Waddington, diretor de núcleo, procura pessoas para o elenco da produção.



Novos passos

Marcos Veras vai integrar o elenco de "Babilônia", nova novela das nove escrita por Gilberto Braga, João Ximenes Braga e Ricardo Linhares. Atualmente, Veras integra o elenco do "Encontro com Fátima Bernardes". Na história, ele será um aspirante a "chef" de cozinha cômico.



Em dupla

Denise Saraceni e Vinícius Coimbra irão dirigir a série "As Ligações Perigosas", escrita por Manuela Dias com supervisão de Duca Rachid. A produção foi aprovada para 2016 e irá ao ar na faixa das 23 h.



Trabalho certo

Caco Ciocler está escalado para o elenco de "Boogie Oogie", próxima novela das seis. No entanto, o ator só deverá entrar na trama de Rui Vilhena a partir do capítulo 40, previsto para ir ao ar na segunda quinzena de setembro. Recentemente, Caco participou da controversa "Além do Horizonte". O folhetim tem estreia prevista para agosto.



Bons resultados

O Multishow pretende produzir uma nova temporada do "Música Boa Ao Vivo", comandado por Thiaguinho. A ideia é que o programa volte na grade de 2015. Mas, antes disso, é preciso negociar um espaço na agenda do cantor, que faz shows pelo Brasil inteiro.