TEATRO VIAGEM AO TEMPO ABRE FESTIVAL O espetáculo ‘‘Kronos’’, com a Intrépida Trupe, abre na quinta-feira o Festival de Teatro de Curitiba DivulgaçãoCena de ‘‘Kronos’’: linguagens do circo, das artes plásticas, do canto, dança e teatro misturam-se num espetáculo que ressalta a versatilidade Simone Mattos De Curitiba Dois bufões – personagens de comédia encarregados de fazer o público rir – narram com irreverência o espetáculo ‘‘Kronos’’, que abrirá o 9º Festival de Teatro de Curitiba, na quinta-feira, na Ópera de Arame. Usando a mitologia como fio condutor, os protagonistas irão contar a história do tempo no mundo, passeando pelo passado, presente e futuro. A respeitada companhia carioca Intrépida Trupe, responsável pela montagem, promete surpresas. ‘‘Iremos interferir bastante na arquitetura do local’’, adianta a diretora de produção e figurinista, Valéria Martins. Ela comenta que ‘‘apesar de maravilhosa’’, a Ópera de Arame é um lugar ‘‘ingrato’’, por ser um espaço muito grande e difícil de trabalhar a cenografia. Por esse motivo, a companhia contratou o diretor Paulo de Moraes. Ele fará a supervisão cênica das adaptações que o espetáculo sofrerá na Ópera de Arame. O cenário de ‘‘Kronos’’ foi concebido inicialmente para o espaço Fundição Progresso, no Rio de Janeiro, onde o espetáculo fez temporada desde outubro do ano passado. A apresentação no Festival de Teatro de Curitiba será a primeira fora do Rio. Na opinião de Valéria, a escolha de ‘‘Kronos’’ para abrir o festival teria sido baseada na versatilidade da Intrépida Trupe. Uma das características da companhia é resumir um pouco de cada linguagem, mesclando circo, artes plásticas, dança, canto e teatro. ‘‘Acho que cada vez mais o Festival de Curitiba está mostrando que também tem essa versatilidade’’, afirma. No palco, com muito humor, 18 pessoas resgatam o tempo e restauram a organização do universo. As distâncias são suprimidas e as diferentes épocas e mundos se confundem. A viagem leva o público a diversos continentes, planetas distantes, céu, inferno, mundos sub-aquáticos, pirofágicos e futuristas. Na narrativa, os bufões comparam todos estes destinos à mitologia, relembrando mitos como Kronos, Zeus e Réia. Como sempre, o cenário criado pela Intrépida Trupe trará aparelhos circenses, além de novidades na iluminação. ‘‘O público sairá do teatro relaxado’’, garante Valéria. ‘‘É um espetáculo gostoso de assistir’’. Dirigido por Elizabeth Martins, Cláudio Baltar e Vanda Jacques, ‘‘Kronos’’ tem cerca de uma hora de duração e é acessível ao público de todas as idades. Ao todo, a companhia trará ao festival uma equipe de 26 profissionais. A companhia Intrépida Trupe foi formada no Rio de Janeiro há 14 anos. Entre outros, já realizou os espetáculos ‘‘Kaboom’’, ‘‘Intrepidez’’, ‘‘A.R.N’’ e ‘‘A.R.N.2’’, que foi apresentado na 1ª edição do Festival de Teatro de Curitiba. Depois das quatro apresentações que fará em Curitiba, ‘‘Kronos’’ deverá viajar para São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e alguns lugares do exterior, como o Festival de Teatro de Cádiz, na Espanha, para o qual o espetáculo já foi convidado. O espetáculo ‘‘Kronos’’, com a Intrépida Trupe, abrirá o 9º Festival de Teatro de Curitiba na próxima quinta-feira, às 21h30, na Ópera de Arame (Rua João Gava, s/n, Pilarzinho). Também haverá apresentações nos dias 17, 18 e 19, às 20h, no mesmo local. Leia mais sobre o Festival de Teatro de Curitiba na página 3.