ILHA DO CARDOSO Trilhas são extremamente bonitas Caminhos passam por planícies litorâneas, mangues, rios e outras paisagens relaxantes até as encostas da Serra do Mar ReproduçãoISOLADA A Ilha do Cardoso só é acessível de barco, através de Cananéia. A viagem dura três horas Cleide Cavalcante Agência Estado Para chegar até a ilha é necessário pegar um barco em Cananéia – são três horas de viagem. Uma das mais interessantes formas de conhecer a região é ter a companhia de guias especializados. O Núcleo Perequê é o ponto de partida de todas as trilhas. A Trilha do Poço das Antas tem 2,5 quilômetros de caminhada, sem grande dificuldade, pela planície litorânea. A paisagem é extremamente bonita e relaxante. Na Trilha do Morro das Almas, são dois quilômetros de percurso. Além de passar pela planície litorânea, vai até as encostas da Serra do Mar. O caminho fica bem enfeitado na primavera pelas bromélias e outros tipos de flores silvestres. A Trilha do Mangue revela, como o próprio nome diz, uma peculiaridade especial. Nos mangues, pode-se ver a mistura das águas doce, dos rios, e salgada, do mar. Aqui a vegetação também é diferenciada justamente por este aspecto. O passeio, de dificuldade média, passa perto do Rio Perequê, e termina na Praia do Pereirinha. Finalmente, a Trilha do Sambaqui e Costão Rochoso é indicada para quem gosta de arqueologia. Outra alternativa de roteiro para quem visita a Ilha do Cardoso são os passeios pelas praias – Marujá, Enseada da Baleia, Cambriú, Ponta do Sul e Ipanema – e até as cachoeiras como a Grande, Cambriú, Serra e Ipanema. Quem se encantar com o paraíso ecológico, tem a opção de ficar mais tempo. As pousadas e casas dos pescadores se localizam num único povoado: Marujá. Para maiores informações sobre a ilha, ligue para 13/851-1108.