Tradição homenageia Matinhos Simone Mattos De Curitiba O sol, o mar, as praias e a vegetação típica do litoral estarão representados na avenida, durante o desfile da Escola de Samba Tradição Rubro Negra, no Carnaval curitibano. O tema ‘‘Matinhos Mar Doce Mar’’ começou a ser pesquisado no ano passado. ‘‘Não queríamos fazer o mesmo que as outras escolas, falando dos 500 Anos do Descobrimento’’, justifica Fábio Luiz Ribeiro, que faz parte da diretoria da Tradição Rubro Negra. Serão sete alas, com 350 componentes. Quatro carros alegóricos irão representar respectivamente o réveillon no litoral, o sol, as praias e os índios. A ala da bateria, com 55 componentes, irá homenagear o sol. A ala infantil, com 40 crianças, estará abordando o mar e os peixes. Os figurinos também devem retratar a vegetação rasteira do litoral e os colonizadores. O samba-enredo foi composto por Márcio Mania. O refrão fala ‘‘Matinhos meu mar doce mar, vou com a minha tradição descer a serra para veranear.’’ Segundo Ribeiro, pelo menos dois ônibus subirão a serra amanhã, trazendo moradores de Matinhos para desfilar junto aos componentes da escola. A tradição Rubro Negra, com apenas oito anos de existência, já acumula os títulos de tricampeã do Grupo B e vice-campeã do Grupo Especial do Carnaval no ano passado.