TEVÊ Mais JK na telinha


Nelson Sato Reportagem Local
Nelson Sato Reportagem Local

Lula já se comparou a Juscelino Kubitschek. Não foi o único mandatário do País a medir estaturas com aquele que prometia, em campanha, fazer o Brasil avançar 50 anos em apenas cinco anos de governo. Agora, em plena celebração da ''era JK'', a TV tenta dar sua contribuição para a revisão da trajetória do complexo personagem.
Na esteira da minissérie da Globo, e depois da exibição de alguns filmes temáticos no Canal Brasil, é a vez do GNT traçar-lhe um perfil com um documentário em cinco episódios. O programa de estréia vai ao ar neste domingo, às 21h30, abordando política e economia. O segundo será exibido no dia 05 de fevereiro focando política e desenvolvimento.
O terceiro (12/02) e o quarto (19/02) destacarão moda e comportamento, enquanto que o quinto (26/02) e último programa tratará de cultura. O primeiro capítulo mostra o percurso que levou Juscelino Kubitschek ao Governo e a importância histórica do período, considerado pelo povo brasileiro como um dos mais alegres e otimistas da história política nacional.
O jornalista Ponce de Leon afirma: ''Foi Juscelino que trouxe a gargalhada para a Presidência da República''. Maria Adelaide Amaral complementa explicando que ''esse era o espírito dele''. Vai na mesma toada o depoimento de Maria Estela Kubitscheck, a filha de JK: ''Papi era muito dinâmico, muito impaciente, tinha uma avidez, uma pressa em fazer''.
A filha de JK recorda o ditado de sua avó Júlia, que virou o lema da vida do pai: ''Não tenha vergonha de ser pobre, mas de ser ignorante''. Maria Estela conta ainda que seguindo o conselho da mãe, ''ele leu todos os livros da Biblioteca de Diamantina, que era pequena, e depois batia de porta em porta pedindo livros emprestados''.
Ao longo da série, serão mostrados depoimentos de personalidades como Oscar Niemeyer, Ronaldo Costa Couto, Carlos Manga, Murilo Melo Filho, Silviano Santigo, Geraldo Carneiro e outros. O programa conta ainda com uma vasta pesquisa de imagem de cinejornais e arquivos pessoais, boa parte deles inclusive cedidos pela família Kubitschek.
A série ambiciona oferecer ao público uma visão histórica mais ampla sobre a passagem de Juscelino pelo Palácio do Planalto. O documentário foi produzido pela Giros, com direção de Carlos Gregório e roteiro de Flávia Bessone, Lúcio Manfred e Carlos Gregório.

Serviço:
- Documentário em cinco episódios ''JK.doc''. Canal GNT. Exibição: amanhã e nos dias 05/02, 12/02, 19/02 e 26/02.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo