SHOWS - A boa raiz sertaneja


Nelson Sato Reportagem Local
Nelson Sato Reportagem Local

Quem gosta de música caipira de raiz está rindo à tôa. Neste fim de semana, vários artistas do gênero estarão se apresentando no Centro de Eventos de Cambé. E na próxima sexta-feira, será a vez de Rolândia receber Inezita Barroso, a diva da tradição.
Hoje e amanhã, a festa ''União Sertaneja em Busca da Paz'' vai movimentar a cidade vizinha de Londrina com shows de Tinoco (da dupla Tonico e Tinoco), Irmãs Galvão, Liu & Léo, Valderi e Mizael, Jacó & Jacozito e Brasão & Brasãozinho.
Tinoco (Jose Perez) é o ''vovô'' do elenco de atrações. Está com 85 anos. Continua tocando sua indefectível viola de tarraxa de madrepérola. Ao lado do irmão, Tonico (João Salvador Perez), formou uma dupla mais famosa do País. Juntos, ele se apresentaram pela primeira vez em rádio em 1942. Dois anos depois, gravaram o primeiro disco.
Tiveram ascensão rápida passando a influencia dezenas de duplas do gênero em todo o País. Gravaram mais de 1.400 músicas em cerca de 85 discos de 78 rotações, 30 compatos, 81 LPs e 17 CDs (incluindo coletâneas). Venderam 50 milhões de discoss, fizeram 15 mil show e realizaram seis filmes. Reconhecidos pelo público, mereceram o título ''Dupla Coração do Brasil''.
Muitas de suas gravações se transformaram em clássicos, como ''Chico Mineiro'', ''Arrasta-pé na Tuia'', ''Estrada da Vida'', ''Canta Moçada'', ''Baile na Roça'', ''Menino da Porteira'', ''Moreninha Linda'', ''Rei do Gado'', ''Cabocla Tereza'' e ''Cabelo de Trança''.
A parceria foi desfeita com a morte de Tonico, em 1994. Tinoco prosseguiu a carreira sozinho. No livro ''Música Caipira Da Roça ao Rodeio'' (Editora 34), a autora Rosa Nepomuceno relembra sua trajetória e sublinha: ''Dos caipiras que fizeram sucesso na época áurea do rádio, dos guardiães da tradição musical da roça, ele é o mais realizado e ativo''.
Também destaques do show, as Irmãs Galvão (Mary e Marilene) mantêm seguidores fiéis desde a década de 50, quando desembarcaram em São Paulo depois de percorrerem os estúdios das emissoras de rádios no interior de São Paulo e Paraná. Na época, tiveram o apoio dos pais, que venderam tudo para acompanhá-las. Gravaram o primeiro disco em 1955 pela Chantecler. Seguiram-se mais de 20 LPs, CDs e dezenas de coletâneas.
Fizeram grande sucesso com as regravações de músicas como ''Cabecinha no Ombro'', ''Meu Primeiro Amor'', ''India'' e Beijinho Doce''. Em 1991, ganharam o Prêmio Sharp com o álbum ''Lembrança''. Convidadas frequentes do programa de Inezita Barroso na TV Cultura, as Irmãs Galvão cantam guarânias, toadas, polcas paraguaias, pagodes caipiras e corridos.
Os ingressos custam R$ 10,00, com direito à participação no sorteio de um Fusca Ano 72 (original), avaliado em R$ 3,8 mil carro de colecionador. Menores de 12 anos não pagam. A realização é dos próprios artistas, com apoio da Prefeitura Municipal de Cambé.

Serviço:
- Hoje e amanhã: Show ''União Sertaneja em Busca da Paz'', com Tinoco, Irmãs Galvão, Liu & Léu, Jacó & Jacozito, Valderi & Mizael e Brasão & Brasãozinho. Horário: a partir de 20 horas. Local: Centro de Eventos de Cambé (ao lado da Igreja Matriz). Ingressos: R$ 10,00. Pontos de venda: Secretaria de Cultura (Centro Cultural Rua Otto Gaertner s/n), Secretaria de Esportes (Rua França, 558) e Calçadão central.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo