A 5ª Semana de Artes, da Universidade Estadual de Maringá (UEM), que começou ontem, prossegue até o dia 31 deste mês. Amanhã, às 21 horas, no Oficina de Teatro da UEM, o Grupo Artístico e Cultural da Casa de Cultura de Toledo apresenta a peça ‘‘Solte o Boi na Rua’’, um espetáculo musical, composto a partir dos personagens do Boi de Bandeira ou Bumba-Meu-Boi.
No dia 26, às 21 horas, no teatro Oficina da UEM, será apresentado o espetáculo ‘‘Valsa nº 6’’, com Carla Diacov, de Londrina. O monólogo teve sua estréia em 1951, com Dulce Rodrigues, irmã de Nelson Rodrigues, no papel de Sônia.
Integra a programação da Semana de Arte o Projeto ‘‘Um Dedo de Prosa’’, resultado de seis anos de pesquisa sobre o cancioneiro popular brasileiro. Este espetáculo foi apresentado em pequenas cidades da região noroeste do Paraná. O objetivo do projeto é despertar o interesse pelo cancioneiro popular brasileiro, pela literatura de cordel e pela arte de se contar histórias. ‘‘Um Dedo de Prosa’’ será apresentado dia 27, às 21 horas, na Oficina de Teatro da UEM.
O grupo de ‘‘Teatro e Contadores de História de Saco pra Mala’’ apresenta, dia 28, às 15 horas, na Oficina de Teatro da UEM, a peça ‘‘Chapeuzinho vermelho...ou não’’. Duas mulheres – Sicrana e Beltrana – disputam quem conta a melhor história. Entre as histórias contadas está o clássico Chapeuzinho Vermelho. Beltrana conta a versão do francês Charles Perrault (séc. XVII) e Sicrana a versão dos irmãos Grimm (séc. XIX).
No dia 28, sábado, às 21 horas, a trupe ‘‘Danças Folclóricas Fogança’’ apresenta a peça ‘‘Cirandando pelo Brasil’’. O grupo visa a coleta, pesquisa e reprodução de manifestações folclóricas e populares da danças brasileiras. Em 11 anos de trabalho, o Fogança realizou diversas montagens coreográficas sobre o folclore de algumas regiões do Brasil.