Salão de Versalhes chega à 20ª edição Fátima Gigliotti Agência Folha O Nobel de Literatura José Saramago e um espaço dedicado ao livro eletrônico serão as grandes estrelas do Salão do Livro 2000, que espera até o dia 22 1.800 escritores em Versalhes. A cada ano, o Salão elege um país como convidado de honra, ocupando o centro das atenções da mídia e dos visitantes. Nesta 20ª edição, é a vez de Portugal. O visitante terá a oportunidade de conhecer autores consagrados, como Antonio Lobo Antunes, Lidia Jorge, Antonio Tabuchi, e novos autores de língua portuguesa, como o açoreano João de Melo e o poeta Manuel Gusmão. Restaurantes com comida típica e shows de fado ampliam o contato com a cultura portuguesa. O Pavilhão Portugal ocupará a praça central da feira, um estande de 340 metros quadrados, com 8 mil títulos e 20 mil volumes, em português e em francês, compondo um panorama atual da literatura portuguesa. Na programação do Salão do Livro 2000, há debates, encontros e noite de autógrafos com escritores, além de atividades em espaços dedicados a quadrinhos, revistas e artes em geral. O evento pode contar com o brasileiro Paulo Coelho, que faz grande sucesso na França (seus livros, juntos, já venderam mais de 4,3 milhões de exemplares no país). O autor de ‘‘O Alquimista’’ ainda deve confirmar sua presença para autografar a edição francesa de ‘‘Verônika Decide Morrer’’. Cem livrarias de 41 países terão estandes, a convite do governo francês. São esperados mais de 220 mil visitantes. A feira é tida como a maior manifestação cultural aberta ao público da Europa.